Campeonato Inglês - Manchester United x Arsenal

Rashford acabou entrando para a História do United ao marcar dois gols contra o Arsenal (Foto: AFP/OLI SCARFF)

LANCE!
28/02/2016
13:13

No clássico entre Manchester United e Arsenal, melhor para os Red Devils. Em casa, o time de Van Gaal conseguiu a vitória em um jogo emocionante. Depois de estar vencendo por 2 a 0, com dois gols do jovem Rashford, o United viu o Arsenal crescer na partida e terminar o primeiro tempo em alta. Quando o triunfo parecia certo, Özil balançou a rede e colocou, novamente, um ponto de interrogação no placar. Porém, como nos anos anteriores, os Red Devils bateram o rival no Old Trafford: 3 a 2, com muita celebração ao apito final.

Com os gols marcados, Rashford, que tem 18 anos, passou a ser o jogador mais jovem do United a balançar a rede duas vezes em um jogo do Campeonato Inglês.

Com o resultado, o Manchester United chegou aos 44 pontos e ainda se está na briga por uma vaga na Liga dos Campeões, três pontos atrás do City. Já o Arsenal, permaneceu com 51 e foi ultrapassado pelo Tottenham, deixando a luta pelo título um pouco mais complicada. Na próxima rodada, o United recebe o Watford, enquanto o Arsenal encara o Swansea.

A partida começou equilibrada, mas com os dois times errando muito passe. O jogo acabou ficando entre as duas intermediárias, enquanto os jogadores do meio buscavam saídas para que as jogadas fossem construídas. Aos poucos, os times foram se encaixando e achando espaço, levando perigo ao adversário. O Arsenal se mostrava mais presente no campo de ataque, mas, em casa, o Manchester United explorava a velocidade pelas alas.

E uma dessas escapas, o placar foi aberto. Após cruzamento, a bola sobrou na área e o jovem Rashford, de apenas 18 anos, balançou a rede, aos 29 minutos, fazendo a torcida explodir de alegria. Muitos ainda celebravam o gol quando, aos 32, a ceia da categoria de base fez o segundo. Depois de mais um cruzamento, o atacante subiu sem marcação e, de cabeça, ampliou a vantagem. Com isso, ele se tornou o jogador mais jovem a fazer dois gols pelo United em um jogo do Campeonato Inglês. Era o sonho para o garoto que até outro dia nem sequer era relacionado.

Rashford teve a primeira chance no time profissional do Manchester United na última quarta-feira, contra o Midtjylland (DIN), pela Liga Europa. Ele foi escalado após Martial se lesionar durante o aquecimento. Acabou marcando dois gols e ajudando na classificação. Em dois jogos como profissional, quatro gols.

O jogo, que a partir daí, parecia que seria fácil para os Red Devils, não se desenhou desta forma. O Arsenal melhorou em campo e, após algumas chances desperdiçadas, conseguiu chegar à meta. Welbeck, ex-jogador do United, aproveitou falha de marcação e diminuiu.

Se antes do jogo, o United precisava ir para cima por conta da colocação na tabela, no segundo tempo, o panorama mudou. Com o placar desfavorável, o Arsenal que teve de se lançar ao ataque. E, nos primeiros minutos, conseguiu ter muito mais posse de bola, mas a forte marcação da equipe de Van Gaal impedia qualquer lance mais perigoso dos visitantes.

Neste mesmo compasso, os Red Devils continuavam apostando nos contra-ataques. Até que Mata conseguiu avançar e achar Rashford, que recebeu em profundidade. O jovem pedalou, invadiu a área e passou para Ander Herrera que, de primeira, bateu para fazer o terceiro, aos 19 minutos. Mas, como na etapa inicial, o Arsenal achou um gol em um momento que parecia não ter muita força para reação. Depois de De Gea salvar o que seria o segundo gol, Özil aproveitou o rebote e fez!

O gol de Özil trouxe ânimo ao Arsenal, que passou a tomar conta da partida e a encurralar a equipe do Manchester United. As faltas, então, aumentaram de número e os cartões começaram a aparecer. O jogo ficou um pouco mais duro, mas, ainda assim, o Arsenal conseguia trocar mais passes, enquanto os Red Devils apelavam para a ligação direta.

Apesar das tentativas, após o apito final, foi mesmo a torcida do United que celebrou a vitória, depois de uma semana com bons resultados para o time que vinha em crise.

Em casa, Tottenham vence de virada

Na outra partida da rodada, o Tottenham, outro postulante ao título, venceu o Swansea em casa, de virada, e se tornou o principal perseguidor do líder Leicester. Paloschi abriu o placar para os visitantes, ainda no primeiro tempo, mas, com gols de Chadli e Rose, o Tottenham conseguiu o triunfo. Com o resultado, o Spurs chegou a 54 pontos, dois atrás do primeiro colocado. Já o Swansea, permaneceu com 27 e viu a zona da degola chegar ainda mais perto.

Os donos da casa, como esperado, começaram pressionando e criando boas chances de gol, mas quem balançou a rede foi o Swansea. Aos 19 minutos, Alberto Paloschi bateu forte para balançar a rede. Após o gol, o jogo ficou equilibrado, com apenas uma leve vantagem ao Tottenham. Prova disso é que o próprio Paloschi teve a chance de fazer o segundo, já nos minutos finais do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, os Spurs passaram a ser mais efetivos no ataque e levavam perigo, mas ñão vinham conseguindo sucesso. Quando parecia que a zebra ia pintar, Nacer Chadli aproveitou passe de Kyle Walker e deixou tudo igual, aos 25 minutos. O time se empolgou e apenas sete minutos depois, veio a virada, com Danny Rose, para a alegria dos presentes.

Com o placar favorável, o Tottenham passou a ser mais cauteloso nos ataques. Por outro lado, o Swansea foi para o tudo ou nada e, por pouco, não conseguiu sair de campo com um ponto. Mas o placar não foi modificado e os Spurs estão próximos do Leicester.