LANCE!
22/05/2016
19:51
Rio de Janeiro (RJ)

Para quem gosta de sofrimento no futebol, este fim de semana, na Europa, foi um prato cheio. Os seis principais países da modalidade no Velho Continente reservaram o sábado e o domingo para as finais de suas copas nacionais, e cinco delas tiveram que ir para a prorrogação. Apenas a França viu sua decisão terminar nos 90 minutos. Alemanha, Espanha, Inglaterra, Itália e Portugal precisaram de mais meia-hora para conhecer os campeões, sendo que a Terrinha e a terra dos atuais campeões mundiais ainda foram para os pênaltis.

No sábado, o Crystal Palace abriu o placar da decisão da Copa da Inglaterra em Wembley já na reta final da partida, e Mata empatou logo depois para o Manchester United. Na prorrogação, Smalling foi expulso, mas mesmo assim os Red Devils venceram com gol de Lingard. Na Itália, clássico entre Milan e Juventus no Estádio Olímpico de Roma. Nos 90 minutos, nada de gols. No tempo extra, Morata foi o herói da Velha Senhora.

Na Alemanha, nada de gols em 120 minutos. Bayern de Munique e Borussia Dortmund se enfrentaram no Olímpico de Berlim e não balançaram as redes. Nos pênaltis, os bávaros venceram por 4 a 3. Para fechar o sábado, o Paris Saint-Germain derrotou o Olympique de Marselha por 4 a 2 no adeus de Ibrahimovic. Isso em 90 minutos mesmo.

No domingo, mais emoção na Península Ibérica. Em Portugal, o Braga fez 2 a 0 no Porto, mas André Silva brilhou e empatou a partida, levando para a prorrogação. O Dragão não virou, o jogo foi para os pênaltis, e os Bracarenses venceram por 4 a 2. Na Espanha, jogo movimentado entre Barcelona e Sevilla. Após o 0 a 0 em 90 minutos, o clube catalão contou com gols de Alba e Neymar para vencer por 2 a 0 e levar a Copa do Rei.