Lodeiro marcando de pênalti (Foto: Site oficial Boca)

Lodeiro marcou na polêmica partida de Córdoba. No domingo, triunfo rosarino (Foto: Site oficial Boca)

LANCE!
08/11/2015
21:40
Rosário (ARG)

Campeão, o Boca Juniors encerrou o Campeonato Argentino com derrota para o Rosario Central por 3 a 1, neste domingo, no Gigante de Arroyito. O jogo, que serviu para apenas cumprir tabela, foi marcado por uma alta carga de tensão graças ao encontro polêmico entre as duas equipes, na última quarta-feira, na final da Copa Argentina, em Córdoba. O Xeneize saiu vencedor por 2 a 0, contando com dois gols ilegais e um gol mal anulado do adversário.

A revolta do público local começou de forma pacífica. Antes de a bola rolar, os torcedores locais exibiram notas de dólares com o rosto do árbitro Diego Ceballos, que apitou o polêmico encontro e foi afastado pelas decisões equivocadas na final. Na outra parte das cédulas, havia as imagens de Daniel Angelici e Mauricio Macri. O primeiro é o atual presidente do Boca Juniors, enquanto o segundo, ex-mandatário do clube portenho, é candidato à presidência da Argentina.


Durante a partida os ânimos foram esquentando. Segundo a imprensa argentina, um torcedor invadiu o campo para agredir o técnico do Boca Juniors, Rodolfo Arruabarena. O torcedor foi detido e retirado do estádio.

Em campo, o Rosario venceu o rival de virada por 3 a 1 e terminou o torneio na terceira colocação, com 59 pontos. O Boca, que colocou muitos suplentes em campo, ficou no topo, com 64.