Lodeiro marcando de pênalti (Foto: Site oficial Boca)

Lodeiro marcando de pênalti (Foto: Site oficial Boca)

LANCE!
05/11/2015
15:27
Buenos Aires (ARG)

Derrotado pelo Boca Juniors por 2 a 0 na final da Copa Argentina, na última quarta-feira, em Córdoba, com três erros do árbitro Diego Ceballos, o Rosario Central pedirá a anulação do resultado e um novo confronto contra os portenhos na próxima reunião do Comitê Executivo da Associação de Futebol Argentino, marcada para terça-feira, dia 10.

Três decisões capitais resultaram em muita polêmica. No primeiro tempo, Ruben, do Rosario Central, teve um gol anulado, pois um companheiro estaria em posição irregular. Na segunda etapa, em ataque do Boca Juniors, Peruzzi foi derrubado fora da área, mas Ceballos marcou pênalti, convertido por Lodeiro. Nos acréscimos, Chávez, bem adiantado, decretou o triunfo e o título xeneize. O juiz ignorou o impedimento.


- Queremos jogar de novo. É um pedido de todo o futebol argentino. E Ceballos deve ser afastado do futebol. Os favorecidos são sempre os mesmos. Assim não há futebol - reclamou o vice-presidente dos Canalhas, Luciano Cefaratti.

A derrota em Córdoba poderá ter implicações na política do futebol local. Segundo a imprensa argentina, se nenhuma medida for tomada, o Rosario Central pode retirar o apoio a Luis Segura, nas próximas eleições da AFA, no dia 3 de dezembro.

Curiosamente, o Rosario Central receberá o Boca neste domingo, no Gigante de Arroyito, pela última rodada do Campeonato Argentino. O Xeneize conquistou o título, na jornada passada, por antecipação.