LANCE!
15/12/2016
12:55
Rio de Janeiro (RJ)

No início da temporada 2016/17, Gabigol chegou à Inter de Milão badalado pela imprensa local. Até o momento, contudo, foram apenas 16 minutos em campo, sob o comando de Frank de Boer e Stefano Pioli, atual treinador, o que levou o empresário do atacante, Wagner Ribeiro, a falar em "humilhação".

Em entrevista concedida à "Rádio Globo", o agente de Gabigol também comentou sobre o interesse de clubes brasileiros, revelando que foi "procurado por um clube do Rio e um de Minas" visando um empréstimo.

- Eu estive com o presidente do Santos, falo com ele constantemente. Todos sabem que o salário que o Gabriel recebe na Inter é inviável aqui, nenhum clube tem condições. Eu fui procurado por um clube do Rio e um clube de Minas para este empréstimo do Gabriel, mas não posso assegurar nada. O que eu quero é que meu cliente não seja mais humilhado - disse.

Prosseguindo, Wagner Ribeiro revelou que seu atleta está "realmente descontente" com o pouco aproveitamento no clube italiano.

- Ele era titular do Santos, era convocado (para a Seleção Brasileira), saiu daqui como campeão olímpico, vendido por um valor extraordinário. Vamos resolver a situação em janeiro. Ele tem um contrato de cinco anos, que não diz que ele deve ser titular, mas um jogador com a bagagem que ele tem ir para lá e não ser avaliado... Ele está realmente descontente - disse o empresário, que confessa não entender os motivos de Gabigol ser pouco acionado: 

- Nem eles (da Inter) sabem me responder. Ele chegou do Brasil, disseram que ele não chegou bem fisicamente. Mas agora é o melhor momento fisicamente. A verdade é que não deram chance a ele - finalizou.