Apresentação de Claudio Aquino nas Laranjeiras

Aquino foi apresentado nesta terça-feira e mostrou estar em boa forma física (Foto: Matheus Dantas)

LANCE!
27/07/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Dois dos reforços confirmados pelo Tricolor nas últimas semanas chegaram às Laranjeiras com supostos históricos de problemas extra-campo: Danilinho, no México, e Claudio Aquino, na Argentina. Questionado sobre os históricos dos atletas, Jorge Macedo reforçou a confiança sobre os jogadores contratados.

- São jogadores que tiveram algumas situações, mas há um bom tempo não tem tido esse comportamento. Conversamos com várias pessoas antes de trazê-los e temos certeza de que eles vão buscar o seu espaço - comentou o diretor executivo nesta terça-feira, após a apresentação de Claudio Aquino.

Na passagem que teve pelo Atlético-MG em 2012, Danilinho teve seu contrato rescindido pelo clube mineiro por conta de seguidas indisciplinas, de acordo com a diretoria do Galo, que "devolveu" o atleta ao Tigres, do México.

Em sua passagem pelo país, Danilinho envolveu-se em casos de polícia. É importante ressaltar que o atacante, que não foi condenado por nenhuma denúncia, negou que não teve qualquer tipo de problema em sua apresentação ao Fluminense, o que ocorreu na última semana, no dia 21 de julho.

Já Claudio Aquino tem fama de baladeiro entre os torcedores do clube do Independiente, seu último time na Argentina. A imprensa hermana também comenta que o meio-campista tem problemas com o peso, o que foi negado pelo atleta nesta terça-feira, em sua apresentação na sede das Laranjeiras.

- A gente conversa com todos atletas. A instituição tem seu parâmetro. Nas questões disciplinares nós temos nossa conduta. O Cláudio foi muito bem no Godoy Cruz. No Independiente também, mas é um clube que sofre uma pressão muito grande por títulos. Vai ser importante para ele respirar novos ares - explicou Jorge Macedo, antes de completar: 

- Já o Danilinho ficou nove anos no México. Sabemos do potencial dele, é indiscutível todos que acompanham o futebol sabem da qualidade dele. Ele agora está num momento que quer retomar sua carreira no Brasil vem bastante motivado e acredito que vai dar resultado - confia o dirigente.