LANCE!
24/05/2018
00:37
Buenos Aires (ARG)

O Flamengo não conseguiu a vitória que o daria a liderança do Grupo 4, mas está vivo, invicto e confiante para a sequência da Libertadores. Substituindo Maurício Barbieri, suspenso, na beira do gramado nesta quarta, o auxiliar Maurício Souza avaliou o empate sem gols com o River Plate após o duelo.

Na visão do comandante, o Fla vai forte para as oitavas de final e o fato de pegar o primeiro lugar de outra chave não significará uma dificuldade maior.

- Nosso objetivo é sempre conquistar a primeira posição. Não tem adversário que não seja difícil. Nosso objetivo era os três pontos e decidir em casa. Continuamos invictos no torneio. Não saímos satisfeitos com o resultado, mas extremamente confiantes para a sequência da competição - afirmou o auxiliar.

O auxiliar ainda discordou de que a equipe tenha tido uma postura cautelosa demais no Monumental de Nuñez, ressaltando caracterísicas do adversário.

- River é um time vertical, fez com que nossa equipe andasse para trás. Não tivemos uma postura lenta, mas poderíamos ter tomado decisões melhores no contra-ataque. O River se expôs também - completou Maurício Souza.


Confira outras respostas de Maurício Souza após o empate do Flamengo:


Substituir Maurício Barbieri na beira do gramado

(Maurício Barbieri) Me deu a liberdade para que eu comandasse a equipe na beira do campo, mas conversamos sobre tudo que poderia acontecer no jogo.

Desgaste da equipe por conta da sequência de jogos

É preciso atenção com a sequência de jogos. É desgastante demais, temos que olhar para não termos problemas na frente. Trabalhamos em conjunto com todos departamentos. Mas não acho que a equipe estivesse cansada hoje. Não foi determinante para o empate.

Pontos positivos da atuação

River teve mais posse de bola, mas as melhores chances foram nossas. Jogar aqui é difícil, eu vi isso e saio satisfeito pelo o que a equipe produziu. Pudemos observar alguns garotos. Jean foi muito bem, tem treinado muito bem também.