Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
13/12/2016
05:55
São Paulo (SP)

O melancólico fim de 2016, sem vaga na Libertadores do próximo ano, reforçou para a diretoria do Corinthians a necessidade de buscar reforços para a temporada do ano que vem. Porém, enquanto vai ao mercado atrás de contratações, o Timão também pensa em abrir mão de jogadores que estão sendo pouco aproveitados ou não renderam como o previsto.

É o caso do centroavante Gustavo, que foi contratado no fim de agosto e, em oito jogos, não conseguiu marcar nenhum gol. Ele perdeu espaço com a chegada do técnico Oswaldo de Oliveira e nas últimas semanas não vinha nem sequer treinando entre os reservas.

O camisa 9 recebeu propostas de empréstimo e marcou uma reunião para os próximos dias com a diretoria corintiana. O desejo do atleta, que se diz torcedor do Timão desde a infância e fez uma tatuagem com a imagem de si mesmo usando o uniforme alvinegro, é de permanecer. Contudo, ciente de que não está em alta com Oswaldo e de que terá a concorrência de Jô em 2017, ele não descarta sair.

O volante Jean está em situação parecida. Contratado do Paraná e apresentado juntamente com Gustavo (ambos firmaram contrato de quatro anos), ele fez só dois jogos e também chegou a treinar separadamente.

Até o momento, dois jogadores já deixaram o Corinthians: o volante Willians, cujo empréstimo com o Cruzeiro acabou, e o atacante Isaac, que estava cedido pelo Botafogo-SP desde agosto do ano passado e nem sequer estreou no clube.

Nos próximos dias, outra situação a ser definida é a de Rildo, mas esta com outro desfecho provável. O atacante, que estava emprestado pela Ponte Preta, agrada ao técnico Oswaldo de Oliveira e deve ser contratado. Ele ficará livre do vínculo com a Macaca e já iniciou conversas para permanecer no Timão.