Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
12/12/2016
14:17
São Paulo (SP)

O Corinthians discute não participar da Florida Cup em 2017. Se isso ocorrer, o Timão será o segundo time brasileiro a desistir do torneio amistoso, depois do Flamengo, que confirmou a saída da competição nesta segunda-feira.

A possibilidade de abrir mão da pré-temporada em Orlando, nos Estados Unidos, é debatida entre diretoria e comissão técnica corintiana. Contudo, há entraves. O clube tem mais dois anos de contrato com os organizadores da Florida Cup e teria de pagar uma multa para rescindir o vínculo.

Outra ideia estudada é embarcar para os EUA com uma equipe formada por jovens. Entretanto, a realização da Copa São Paulo de Juniores na mesma época praticamente inviabiliza esta hipótese.

O Timão passou a tratar deste assunto depois que a última rodada do Campeonato Brasileiro foi adiada do dia 4 para o último domingo, dia 11, devido ao acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia.

A princípio, os jogadores corintianos voltariam de férias em 4 de janeiro, mas a reapresentação foi adiada para o dia 7. Na programação atual, a viagem para os Estados Unidos está prevista para o dia 11.

O LANCE! tentou contato com dirigentes do Corinthians, mas não obteve sucesso. Por meio de assessoria de imprensa, o clube informou que por ora a participação na Florida Cup está mantida.

Já a organizadora do torneio informou que não foi notificada pelo Timão de uma possível desistência. Outros clubes, entretanto, também discutem não viajar aos Estados Unidos, como Atlético-MG e Internacional. Na última semana, ainda de acordo com a Florida Cup, houve discussão de detalhes logísticos e comerciais da viagem corintiana.