Bruno Cassucci e Guilherme Amaro
22/04/2016
08:45
São Paulo (SP)

O Corinthians voltou a fechar as contas no vermelho e terminou 2015 com déficit de R$ 97 milhões, mesmo valor de 2014. Os dados constam em balancete financeiro apresentado aos conselheiros do clube que a reportagem do LANCE! teve acesso. As contas serão votadas na próxima terça-feira pelo Conselho Deliberativo do Timão, no Parque São Jorge.

Até o último trimestre do ano passado o clube acumulava um resultado negativo de R$ 30 milhões e já previa piora, mas falava em um déficit menor, próximo de R$ 50 milhões. Para 2016, no entanto, a projeção é fechar no azul, sobretudo após a venda de diversos jogadores no início da temporada.

O balancete de 2015, no entanto, liga o sinal de alerta. O passivo circulante (dívidas que terão de ser quitadas ainda neste ano) do Corinthians cresceu 26%, chegando a R$ 393 milhões. Já o passivo não-circulante, que demonstra débitos que não precisarão ser pagos ainda em 2016, alcançou R$ 1,07 bilhão.

O clube social e os esportes amadores do Timão fecharam no vermelho em R$ 24,2 milhões, mas foi o futebol o principal "vilão" de 2015, com um déficit de R$ 72,8 milhões. E isso ocorreu mesmo o clube tendo arrecadado mais com direitos de transmissão de seus jogos (R$ 122 mi) e repasse de direitos federativos (R$ 51,9 mi).

- Tem várias razões para esse número, que ainda vou discutir no Conselho, só vou falar a partir disso na terça, quando passarei aos conselheiros. Esperava um déficit menor, de 50 ou 60 milhões de reais, mas temos uma explicação para isso, que será dada na próxima semana - disse Emerson Piovesan, diretor financeiro do clube, ao LANCE!.


Vale lembrar que desde 2014, quando a Arena foi inaugurada, o Corinthians sofre por não arrecadar com bilheterias de jogos, já que o dinheiro da venda de ingressos vai integralmente para o fundo responsável pelo pagamento da construção do estádio.