alan mineiro, corinthians

Alan Mineiro tem dez jogos pelo Timão, sendo nove oficiais e dois como titular. Fez dois gols (Foto: Eduardo Viana)

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
22/04/2016
08:00
São Paulo (SP)

Alan Mineiro venceu a forte concorrência no meio de campo do Corinthians e foi escolhido por Tite para começar jogando neste sábado, 18h30, contra o Osasco Audax, no jogo único das semifinais do Paulistão. Contratado no início do ano, o camisa 29 fará só a terceira partida como titular, e logo num confronto decisivo. Para "iluminar" o caminho do novo titular pesa uma estatística favorável para quem atua pela direita, na primeira ou na segunda linhas de quatro montadas por Tite no 4-1-4-1.

No Corinthians, os jogadores que atuam pela direita são os que mais criam chances de gol em 2016. Fagner, o lateral titular, é o recordista de assistências, com cinco. Os dois perseguidores mais diretos neste ranking, com quatro cada um, são Edilson, o reserva direto de Fagner, e Rodriguinho, que também atua pelo lado direito do gramado. Depois destes três nomes é que começam a aparecer Uendel, Guilherme, Lucca, entre outros.

Alan Mineiro, inclusive, já acertou um passe para gol na temporada, na goleada das quartas de final contra o Red Bull Brasil. Para ter chance na semi ele precisou superar dura concorrência, mesmo sem Giovanni Augusto, que se lesionou nesta partida e vai ficar um mês fora. Tite podia escalar jogadores como Romero, o artilheiro do ano, ou Rodriguinho, que era titular até Elias voltar de lesão. Marlone também concorre no setor que, em breve, ganhará a opção de Marquinhos Gabriel. Por enquanto, porém, a bola da vez do Timão é Alan Mineiro.

– Respeito os jogadores da posição, mas é claro que quero jogar. Vou mostrar o trabalho ao Tite para contar comigo quando necessitar – avisou o meia, recentemente.

Alan deu seta pela direita e pediu passagem. Pela direita, também, terá chance de se consagrar.