Clint Dempsey - Estados Unidos x Equador

Comandados por Dempsey, Estados Unidos vencem o Equador nas quartas da Copa América (Otto Greule Jr/Getty Images North America/AFP)

RADAR/LANCE!
17/06/2016
00:30
Seattle (EUA)

Os Estados Unidos garantiram vaga nas semifinais da Copa América na noite desta quinta-feira, após vencerem o Equador por 2 a 1, em um duelo quente do início ao fim. Jogando para um pouco mais de 47 mil pessoas no CenturyLink Field, em Seattle (EUA), os donos da casa contaram com gols de Dempsey e Zardes para avançarem. Arroyo fez para os equatorianos. 

Os anfitriões do torneio esperam agora o vencedor do confronto entre Argentina e Venezuela para conhecer o adversário da próxima fase. Partida acontece na próxima terça-feira, às 22h, em Houston.

O JOGO

Empurrado pelo torcedor, a seleção norte-americana começou pressionando e quase marcou com Zardes, no primeiro chute da partida. No lance seguinte, os equatorianos responderam com Jefferson Montero em boa jogada individual, mas a bola foi subiu demais. Jogo era lá e cá, Wood foi mais rápido que Erazo e quase abriu o placar para os anfitriões. 

Após tanto insistir o gol dos americanos veio com o artilheiro Dempsey. Jones cruzou na medida para o atacante, que cabeceou forte e sem chances para o goleiro adversário. Antes do intervalo, cada seleção teve uma boa chegada. Primeiro os donos da casa quase marcaram com Bedoya, e em seguida, os equatorianos viram Arroyo parar nas mãos de Guzan.

O segundo tempo começou quente, com um expulso para cada lado. Após forte falta em Bedoya, Antonio Valencia recebeu o segundo amarelo e em seguida Jones se envolveu na confusão e foi expulso direto. Dempsey levava perigo ao gol equatoriano, mas faltava caprichar na hora de definir as jogadas. Aos 19, o camisa 8 bateu cruzado e Zardes só empurrou para o fundo do gol.

Os equatorianos foram para a pressão e aos 28 conseguiram diminuir com Arroyo. Ayoví cobrou falta para a entrada da área e o camisa 11 bateu firme para estufar as redes de Guzan. Dois minutos depois Enner Valencia perdeu um gol inacreditável, desperdiçando a chance do empate.  

Reta final de jogo era de total posse de bola para o Equador, enquanto os donos da casa apenas se defendiam. Já no fim, Brooks quase fez contra, mas a bola saiu raspando, assustando todo mundo. Com o resultado favorável, os norte-americanos conseguiram suportar a pressão equatoriana para ficar com a vaga nas semifinais. 

FICHA TÉCNICA

COPA AMÉRICA CENTENÁRIO

ESTADOS UNIDOS 2 x 1 EQUADOR

Data-Hora: 16/06/16 - 22h30 (de Brasília)
Estádio: CenturyLink Field, em Seattle (EUA)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Alexander Guzmán (COL) e Wilmar Navarro (COL)
Cartões amarelos: Wood, Brooks, Bedoya e Guzan (EUA); Antonio Valencia (2) e Paredes (EQU)
Cartão vermelho: Jones (EUA) e Antonio Valencia (EQU)
Gols: Dempsey, 21'/1ºT (1-0);  Zardes, 19'/2ºT (2-0); Arroyo, 28'/2ºT (2-1);

ESTADOS UNIDOS: Guzan; Besler, Cameron, Brooks e Fabian Johnson; Jermaine Jones, Bradley, Zardes (Birnbaum, 48'/2ºT) e Bedoya (Zusi, 35'/2ºT); Dempsey (Beckerman, 29'/2ºT) e Bobby Wood. TEC: Jürgen Klinsmann.

EQUADOR: Domínguez; Paredes (Jaime Ayoví, 36'/2ºT), Mina, Erazo e Walter Ayoví; Gruezo (Cristian Ramírez, 26'/2ºT), Noboa (Gaibor, 16'/2ºT), Antonio Valencia, Arroyo e Jefferson Montero; Enner Valencia. TEC: Gustavo Quinteros.