Roger - Ponte Preta

Roger pode ser o primeiro reforço do Botafogo em 2017 (Foto:Dudu Macedo)

RADAR/LANCE!
02/11/2016
17:38
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Brasileiro ainda não terminou, mas o Botafogo incia a analisar o mercado para encontrar novos reforços para a próxima temporada. O primeiro deles deve ser o centroavante Roger, da Ponte Preta. O atacante de 31 anos tem o contrato se encerrando em dezembro e chegará em General Severiano sem custos e com o Alvinegro tendo que arcar apenas com salários e luvas. 

Pela Ponte Preta, Roger foi um dos destaques sob o comando do técnico Eduardo Baptista. No Brasileiro, ele soma oito gols e 22 na temporada, já que defendeu também o Red Bull Brasil no Campeonato Paulista. Para os especialistas consultados pelo L!, o jogador é uma boa aposta do Botafogo, no entanto, discordam sobre a titularidade do atacante no time carioca. 

VINÍCIUS PERAZZINI - Editor do LANCE!

É uma contratação para compor elenco, não pode ser a solução para Libertadores. Seria um ótimo reserva, levando em consideração o nível necessário para disputar a Libertadores. Sabe fazer gols, porém já não é um jovem e tem alternado momentos bons com ruins nos últimos anos.

VINÍCIUS BUENO - Repórter da Rádio Bandeirantes de Campinas 

Roger já acertou sua ida para o Botafogo. Esteve ontem no Rio para assinar o pré-contrato. Acho que vale a aposta, por se tratar de um jogador experiente. Aos 31 anos, ele vive o melhor momento da carreira. É um dos artilheiros da Ponte no Brasileiro e um dos artilheiros do futebol brasileiro no ano. Ele mudou muito fora de campo, desde que passou a frequentar a igreja. É um atleta que liderava o vestiário da Ponte e tem a característica de motivar e ensinar os mais atletas mais jovens. Tem totais condições de estar entre os titulares do Botafogo no Campeonato Carioca. 


ANDRÉ SCHMIDT - Blogueiro do LANCE!

Aos 31 anos de idade, o atacante pode ter sua ‘temporada perfeita’ em 2016. Isso porque o centroavante foi o artilheiro do Paulistão com 11 gols marcados pelo Red Bull Brasil e ainda briga pelo topo do ranking de goleadores do Brasileirão. Com 8 tentos, o camisa 9 atualmente aparece em 11º, porém, apenas cinco gols atrás de Fred, do Atlético-MG, o líder.

Contudo, apesar da fama de ‘matador’, Roger tem feito também o papel de garçom. No ano, já são oito passes para seus companheiros marcarem, sendo quatro deles no Brasileiro. Com 22 gols, o atacante briga ainda para ser o maior artilheiro do Brasil em 2016.