Vôlei Osasco Audax e Dentil/Praia Clube

Osasco Audax e Praia Clube decidem título da competição (Foto: Divulgação/CBV)

LANCE!
10/11/2018
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

Dentil/Praia Clube (MG) e Vôlei Osasco Audax (SP) já estão em Fortaleza (CE) para a decisão do título da Supercopa feminina de vôlei 2018. A equipe campeã da Superliga Cimed 17/18 e o time vencedor da Copa Brasil se classificaram para esta disputa que abre o calendário nacional de clubes e a decisão será neste sábado (10.11), a partir das 21h30 (Horário de Brasília) – no Centro de Formação Olímpica (CFO).

Nomes de alto nível do voleibol brasileiro e mundial estão na capital cearense para a disputa deste jogo pela Supercopa. Do lado do Dentil/Praia Clube jogadoras campeãs olímpicas como a central Fabiana e a ponteira Fernanda Garay, além de destaques como a líbero Suelen, a ponteira Rosamaria, a central Carol, todas de seleção brasileira, além da levantadora norte-americana Loyd.

- Chegamos em Fortaleza com total determinação para buscar esse título, que é tão importante para começarmos essa temporada nacional de clubes com um resultado como esse. Sabemos da força do Osasco Audax e da dificuldade que vamos enfrentar, mas vamos com tudo para esse jogo de amanhã - disse Rosamaria.

Pelo Osasco Audax, mais campeãs olímpicas, como a ponteira Paula Pequeno, a levantador Carol Albuquerque e a central Walewska. Outros destaques ficam por conta da ponteira Mari Paraíba, da líbero Camila Brait, a levantadora Claudinha e a oposta norte-americana Hooker.

A levantadora Claudinha, que na Superliga Cimed 17/18 foi campeã justamente pela equipe do Dentil/Praia Clube, trocou de lado e agora quer ajudar o Osasco Audax a conseguir mais um título – este inédito para a equipe dirigida pelo técnico Luizomar de Moura.

- Vamos para mais uma decisão em menos de uma semana. Batemos na trave no Paulista e fica um gostinho de quero mais. Agora teremos mais um adversário muito forte pela frente, mas estamos confiantes e acredito muito na nossa equipe e no nosso trabalho. Estamos evoluindo a cada partida e agora é entrar em quadra para dar o nosso melhor. Tenho certeza que vamos voltar com uma vitória - disse Claudinha.

Essa vai ser a quarta edição da Supercopa. Em 2015 o título ficou com o Rexona-AdeS, em 2016, com o nome de Rexona-Sesc, a equipe carioca foi bicampeã, e em 2017, já como Sesc RJ, o time dirigido pelo técnico Bernardinho conquistou o terceiro título.