Sesi Bauru São Paulo/Barueri

São Paulo venceu jogando em Bauru (Priscila Nóbrega/Divulgação)

Web Vôlei
03/11/2019
01:44
São Paulo

O São Paulo/Barueri é o primeiro finalista do Campeonato Paulista feminino de vôlei.

Com uma atuação praticamente impecável, no Panela de Pressão, em Bauru, o Tricolor ganhou a partida sobre o Sesi Bauru por 3 sets a 0 (25-19, 25-19 e 25-20) e carimbou o passaporte para a decisão ao faturar também o golden set: 25 a 16, já na madrugada deste domingo.

Um resultado surpreendente, levando em consideração que o Sesi é o atual campeão estadual, estava invicto nesta edição e vinha de um 3 a 0 sobre o São Paulo, no jogo realizado em Barueri.

O segundo finalista do Estadual será conhecido a partir das 14h deste domingo, quando o Osasco/Audax iniciará o segundo confronto com o Pinheiros, com a vantagem de ter vencido o jogo de ida no tie-break.

O JOGO

Com obrigação de vencer o jogo para forçar o golden set, o time de José Roberto Guimarães parecia nervoso no início do primeiro set, com muitos erros de saque e instabilidade no passe.

Aos poucos, com a diminuição das falhas, as visitantes começaram a dominar as ações. O Bauru repetiu um problema crônico da temporada passada: oscilar na recepção e abusar de bolas altas nas extremidades. Mesmo tendo duas derrubadoras de bola do quilate da azeri Polina Rahimova e de Tifanny, o jogo fica mais manjado e facilita a vida do bloqueio adversário. Nos pedidos de tempo, Anderson Rodrigues demonstrava nítida irritação com a performance da equipe da casa.

Ao assumir o controle do placar, o jovem São Paulo/Bauru passou a ganhar ainda mais confiança ao vencer rallies mais longos, demonstrando muito volume de jogo.

Com duas parciais seguidas vencidas por 25 a 19, o time tricolor igualou o número de sets que o Sesi Bauru havia perdido em sete jogos até então no Estadual de 2019.

O panorama da semifinal não mudou, mesmo com as mexidas de Anderson no Bauru. E fica difícil apontar apenas um destaque em Barueri. A líbero Nyeme defendeu demais, Juma conseguiu distribuir bem os ataques, sem sobrecarregar Lorenne, Maira e Tainara resolveram na virada de bola, sem contar com a eficiência de Mayany e Diana pelo meio.

Na melhor atuação na temporada, o time de Zé Roberto forçou o golden set, impondo a primeira derrota ao Sesi Bauru em duas temporadas no Paulista.

No tudo ou nada para os dois times na semi, Anderson manteve Gabi Cândido e Valquíria entre as titulares. Mas os erros de saque, a precipitação para atacar e a apatia deram o tom no Sesi Bauru no início. Já do lado de Barueri, Maira esteve praticamente imparável no ataque, sendo decisiva para a construção da vitória.

Uma passagem de Dani Lins fez a diferença cair para apenas dois pontos. Um ace de Rahimova derrubou para um. O jovem elenco de Zé Roberto, porém, mostrou maturidade, reagiu, voltou a controlar as ações até fechar.