Sesi Bauru x Pinheiros - vôlei

Sesi-Bauru conquista de forma invicta o Campeonato Paulista de vôlei (Foto: Divulgação/Sesi Bauru)

LANCE!
05/11/2018
22:40
São Paulo (SP)

O Sesi Bauru encontrou dificuldades para conseguir o seu primeiro título pelo Campeonato Paulista feminino de vôlei. Nesta segunda-feira, a vitória sobre o Osasco Audax, com muito suor e de forma dramática, rendeu o título Estadual - sem perder nenhum jogo - por 3 a 2, com as parciais de 25-21, 15-25, 21-25, 28-26 e 15-12, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru. 

Tiffany e Diouf fizeram uma partida fantástica, sem falar, na grande distribuição de Fabíola. Pelo lado derrotado, Mari Paraíba foi o principal nome, mas, assim como todo o time, ela sentiu o cansaço na parte final do jogo e não teve forças para virar no quinto set.

Vale lembrar, que o primeiro jogo acabou com a vitória do Sesi Bauru, fora de casa, por 3 sets a 2. Com a torcida a seu favor, a vitória demorou, mas foi concluído com sucesso. 

A DECISÃO 

Assim como foi visto no primeiro jogo, o set inicial foi de muito equilíbrio. O Sesi Bauru, por ter ganhado o primeiro duelo, estava mais à vontade em quadra. Enquanto o Osasco Audax mais pilhado para conseguir vencer a partida e forçar o Golden Set, mas sem sucesso no primeiro set, que acabou com o triunfo dos bauruenses por 25-21. 

No segundo set, o Osasco foi buscar o prejuízo. Waleska e Mari Paraíba foram as que se destacaram, com ataques fortes e com bom aproveitamento na recepção. Paula Pequeno também foi uma jogadora para implementar reação. Com isso, conseguiu ser muito superior ao abrir dez pontos de vantagem, a diferença maior na partida. 

O técnico Anderson Rodrigues, do Sesi-Bauru, lamentou muito os erros de fora de quadra. Desta maneira, foi forçado a realizar sucessivas paradas para ajustar, contudo, não foi capaz de frear a equipe comandada por Luizomar. 

Na volta para o terceiro set, a situação ficou diferente mais uma vez. As bauruenses começaram superiores e mostraram mais consistência nos ataques, porém por muito pouco tempo por conta da baixa em recepção e muito marcado no ataque. Deste modo, a virada foi questão de tempo, e Anderson Rodrigues foi obrigado a parar para ajustar alguns problemas defensivos. 

Ao final, a equipe da capital paulista cresceu em cima dos erros adversários. Além disso, os ataques ficaram mais intensos, porém de forma modesta, e não foi necessário para conseguir frear o bom desempenho de Mari Paraíba e Paula Pequeno. Foi a virada do Osasco. 

QUE DUELO!
No quarto set, o cenário ficou mais tenso por se aproximar do final do duelo. Com isso, o equilíbrio, que foi pouco visto, apareceu. As jogadas de risco, que mais arriscadas, deram chance aos momentos mais cautelosos. De vez em quando, Paula Pequeno, de 36 anos, cravava a bola no chão, ao mostrar a força da equipe de Osasco Audax. Do outro lado, Valentina e Tiffany acumulavam uma "caminhão" de pontos para conseguir o empate e se aproximar do título. E foi o que aconteceu, depois de um final de set eletrizante.  

TIE-BREAK E TÍTULO PARA SESI BAURU
Pela alta intensidade e grau de importância, a emoção permaneceu até o final. Com o duelo igualado, a conquista do título ficou mais próxima para o Sesi-Bauru, que cresceu na disputa. A agressividade do Osasco Audax caiu, porém ao final, o time de Osasco conseguiu diminuir a diferença, mas não conseguiu interromper a conquista