Fabiana - Vôlei

Fabiana e Zé Roberto são contra o ranking (Foto: Divulgação)

Web Vôlei
13/03/2020
08:13
Rio de Janeiro

Várias jogadoras expuseram insatisfação com a manutenção após a reunião de clubes e CBV, nesta quinta-feira. Nas redes sociais, Fabiana, Thaísa e Gabi reclamaram da decisão e da forma como ela aconteceu.

São Paulo/Barueri e Curitiba não tiveram os votos aceitos na reunião, na sede da CBV, no Rio de Janeiro, com a alegação que os dirigentes não estavam presentes. A alegação dos dois clubes é que os votos foram enviados, por e-mail, para a entidade na quarta-feira. Um deles, inclusive, teve uma resposta de computado pela entidade. E que em nenhum momento a CBV, ao convocar a reunião avisou que a presença era obrigatória para a votação.

Sem os votos de São Paulo e Barueri, a decisão o ranking terminou em 5 a 4 para os defensores da manutenção: Sesc, Sesi Bauru, Flamengo, Fluminense e Pinheiros. Itambé/Minas, Dentil/Praia Clube, Osasco Audax/São Cristóvão Saúde e a comissão de atletas votaram pela extinção.

"Torcendo para o dólar disparar mesmo, ir pra 10. Só assim pra nós, jogadoras de 7 pontos, termos lugar pra jogar no nosso próprio país. Incrível como a CBV e alguns clubes conseguem se superar e sempre piorar para as atletas. Liberaram 3 estrangeiras e mantiveram o ranking? Fora o absurdo que foi essa votação! Dois votos a nosso favor não foram computados!?!? É isso mesmo produção? Assim fica difícil, né CBV?!", escreveu Fabiana, capitã da Seleção Brasileira, que nesta temporada atuou no vôlei japonês.

Já Gabi, ponteira do Vakifbank, da Turquia, chamou a decisão de "manobra":

"INCOERÊNCIA E INJUSTIÇA. Mais uma vez somos surpreendidas quando o assunto é o ranking da Superliga. Desta vez, através de uma manobra que anulou o voto de dois clubes, por motivos controversos, definiu-se pela manutenção do ranking", postou Gabi.

Thaisa, central do Itambé/Minas, contestou os votos de Sesc e Sesi Bauru.

"Vou te contar, tem SITUAÇÕES e PESSOAS que não me descem... Desde quando dois times participantes da superliga foram simplesmente anulados da votação do ranking?? Pq?? Alguém avisou que caso não estivessem presentes não valeria seus votos??? Resposta: NÃO, não avisaram. Esses dois times, Barueri e Curitiba, votaram por e-mail e deixaram claro os seus votos...e pq a @cbvolei com base na "pressão" de certos clubes(RIO/BAURU), cederam e aceitaram o argumento de ambos de não aceitar os votos dos dois clubes que votaram por e-mail??? Como funciona? No GRITO?? (No caso do Rio, até entendo, pq fazem isso com a arbitragem tb, E funciona)... TRISTE a postura da @cbvolei perante essa pressão. E novamente não se posicionaram como deveriam, Pq com os votos do Barueri e do Curitiba o ranking ACABARIA... Parabéns aos responsáveis, Agora aceitam adicionar uma estrangeira, ou seja, 3 estrangeiras,e mantém o ranking! ABRE AS PORTAS Para AS ESTRANGEIRAS E FECHAM AS PORTAS P AS BRASILEIRAS, Bacana!!!! Fecham os olhos pra nós, brasileiras... "que se lasque, se não cabe aqui vão jogar fora do país" . Todo mundo querendo fugir da pandemia do coronavirus, ótimo, tragam o máximo de estrangeiras e nos obriguem a ir pra fora, nos obriguem a ter contato direto com esse terror que estão vivendo lá. Que lindo!!! Obrigada mais uma vez por isso", detonou Thaisa.