Fluminense venceu Camboriú MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.

Fluminense venceu Camboriú em casa. Ivna tenta passar pelo bloqueio (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.)

Jonas Moura
20/11/2018
23:40
Rio de Janeiro (RJ)

Na primeira partida em casa na atual edição da Superliga feminina de vôlei, o Fluminense levou sustos, mas somou os seus primeiros três pontos. Após perder na estreia para o Pinheiros por 3 a 1, as comandadas de Hylmer Dias bateram o Balneário Camboriú, uma das novidades do torneio, pelo mesmo placar, parciais de 25-11, 13-25, 25-20 e 25-19, no Ginásio do Hebraica, no Rio.

OSCILAÇÕES, PROTESTOS E PAREDÃO FORTE

Campeã olímpica em Pequim-2008, a líbero Sassá foi eleita a melhor em quadra e levou para casa o Troféu VivaVôlei, em um jogo marcado por protestos da torcida contra o presidente Pedro Abad, devido ao caos financeiro que vive o clube. A mineira fez uma avaliação crítica do início do torneio.

– Não começamos a Superliga como gostaríamos. Esperávamos fazer um jogo melhor contra o Pinheiros, mas elas tiveram méritos. Estamos em um crescente. O time tem de melhorar. Esta partida contra o Camboriú mostrou como estamos oscilando. Vamos enfrentar o Barueri, de muita qualidade. Nosso principal objetivo é diminui o número de erros em cada partida – afirmou Sassá.

O Fluminense mostrou toda sua superioridade no primeiro set, mas, assim como na partida de estreia, caiu de rendimento no segundo. O Camboriú trocou peças e impôs um saque agressivo. A má atuação das donas da casa levou o placar a 17 a 9. Nas parciais seguintes, as catarinenses até tiveram bons momentos, mas erraram mais. E o Flu se sobressaiu no bloqueio.

PRI DAROIT BRILHA

A maior pontuadora do jogo foi a ponteira Pri Daroit, que saiu de quadra com 20 acertos, sendo 15 em ataques e cinco em bloqueios. A jogadora, uma das novidades do time para esta temporada, também ligou o alerta para os erros.

– A diferença é que tivemos mais tranquilidade nos momentos de dificuldade. Nosso time está pecando muito ainda. Começamos muito bem os jogos, mas abaixamos o ritmo no segundo set. Isso não pode acontecer. Mas é um time novo, que está se conhecendo ainda – afirmou Pri Daroit.

No Balneário Camboriú, os destaques foram a oposto Ariane e a ponteira Ariele, ambas com 11 pontos.

BRIGA ACIRRADA NA TABELA

O Tricolor aparece na sexta colocação na tabela ao final da segunda rodada do primeiro turno.  O próximo desafio é nesta sexta-feira, às 20h (de Brasília), contra o Hinode Barueri (7º), rival que tem a mesma campanha, em casa. Outro que venceu uma e perdeu uma é o Sesi Bauru (5º). Já o time catarinense, que ocupa a 11º colocação, com duas derrotas, tentará os primeiros pontos contra o Curitiba, no mesmo dia e horário, na casa do adversário.