Thaisa é destaque do Minas

Thaisa é uma das jogadoras  ranqueadas (Orlando Bento/MTC)

Web Vôlei
13/03/2020
19:31
São Paulo

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou os clubes da Superliga Banco do Brasil feminina, na tarde desta sexta-feira, que realizará uma nova reunião para definição da permanência ou não do ranking para a próxima temporada.

A data ainda não foi confirmada, mas a reunião será feita por vídeo-conferência, sem a necessidade de os clubes se deslocarem para a sede da entidade, no Rio de Janeiro.

A mudança aconteceu após a polêmica decisão após o encontro de ontem, quando a entidade não aceitou os votos de São Paulo/Barueri e Curitiba, ausentes presencialmente, mas que haviam enviado o posicionamento por e-mail.  Sem os dois clubes, a votação sobre o ranking terminou em 5 a 4 para a permanência.

Confira abaixo o comunicado da CBV para os clubes:

"A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) esclarece que sempre respeitou a opinião dos clubes participantes da Superliga. Seguindo este padrão, na manhã de quinta-feira, em reunião realizada aqui na CBV ficou decidido pelos clubes, por unanimidade e após duas consultas, que seriam validados apenas os votos dos times presentes em relação à definição de dois temas: ranking e estrangeiras para a Superliga 2020/2021. A CBV seguiu a conduta adotada comumente, porém, como nos últimos anos houve consulta por e-mail, e desta vez dois clubes fizeram encaminhamento e não foram informados que estes votos não seriam aceitos, a entidade entende por bem realizar uma nova reunião para determinação final quanto ao ranking na Superliga 2020/2021".

Pelo ranking, cada time pode ter duas atletas consideradas top em seus elencos. A lista atualmente possui dez nomes (Dani Lins, Fabiana, Fernanda Garay, Gabi, Natália, Tandara, Thaisa, Tifanny, Macris e Fabíola).