Comunicado Oficial

CVB havia votado contra a maior participação dos atletas no COB Divulgação

LANCE!
28/11/2017
20:12
São Paulo (SP)

Após votar contra a participação de 12 atletas nas decisões do Comitê Olímpico do Brasil (COB) no último dia 22, a Confederação Brasileira de Vôlei anunciou, através de um comunicado oficial, que apoiará a maior participação dos esportistas na próxima Assembleia Geral Extraordinária, marcada para o dia 6 de dezembro, no Rio de Janeiro. 

- Em nenhum momento a CBV quis ser contra a participação efetiva dos atletas no processo de modernização esportiva nas instituições, principalmente na eleição do COB - diz o comunicado. 

A CBV ainda conta que as Confederações poderiam enviar sugestões de mudanças para a elaboração do novo estatuto do COB. Porém, o documento não chegou a ser enviado. A entidade ainda afirma ter sido surpreendida com a nova proposta apresentada, com a diminuição da participação dos atletas para cinco votos. 

- Fomos surpreendidos com uma nova proposta apresentada, informando a pouca participação da comissão dos atletas na eleição da sua representatividade que antes incluía 12 atletas com direito a voto no COB - completa o comunicado. 

Confira os posicionamentos das confederações na primeira votação: 

Favoráveis a cinco representantes: Mauro Silva (Confederação Brasileira de Boxe), João Tomasini (Confederação Brasileira de Canoagem), Manoel Oliveira (Confederação Brasileira de Handebol), Luciene Resende (Confederação Brasileira de Ginástica), Enrique Montero (Confederação Brasileira de Levantamento de Peso), Helio Meirelles Cardoso (Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno), Edson Altino Pereira Junior (Confederação Brasileira de Remo), José Luiz Vasconcellos (Confederação Brasileira de Ciclismo), Alberto Maciel Junior (Confederação Brasileira de Taekwondo), Alaor Azevedo (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa), Durval Balen (Confederação Brasileira de Tiro Esportivo), Vicente Fernando Blumenschein (Confederação Brasileira de Tiro com Arco), Walter Pitombo Larangeiras (Confederação Brasileira de Vôlei), Rafael Westrupp (Confederação Brasileira de Tênis) e Pedro Gama Filho (Confederação Brasileira de Wrestling).

Favoráveis a 12 representantes: Ex-jogador de vôlei Bernard Rajzman, que vota por ser membro do COI, o judoca Tiago Camilo (presidente da Comissão de Atletas do COB), José Antônio Martins Fernandes (Confederação Brasileira de Atletismo), Marco Aurélio Sá Ribeiro (Confederação Brasileira de Vela), Ricardo Pacheco Machado (Confederação Brasileira de Esgrima), Eduardo Silveira Mufarej (Confederação Brasileira de Rúgbi), Miguel Cagnoni (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Estefano Arnhold (Confederação Brasileira de Desportos na Neve), Ronaldo Filho, (Confederação Brasileira de Hipismo), Sílvio Acácio Borges (Confederação Brasileira de Judô), Marco Antônio de Matos (Confederação Brasileira de Triatlo), Guy Peixoto (Confederação Brasileira de Basquete), Francisco Ferraz de Carvalho (Confederação Brasileira de Badminton), Bruno Patrício (Confederação Brasileira de Hóquei sobre a Grama) e Euclides Gusi (Confederação Brasileira de Golfe).