Carol Solberg fala 'fora, Bolsonaro', ao vivo

Carol durante a entrevista em Saquarema (Foto: Reprodução/SporTV)

LANCE!
28/09/2020
21:17
Rio de Janeiro

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei denunciou, nesta segunda-feira, a jogadora Carol Solberg por conta do grito "Fora, Bolsonaro!" durante entrevista ao SporTV, ao término da disputa pelo terceiro lugar da primeira etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, duas semanas atrás.

Após intimar a atleta, o SJTD marcará uma data para o julgamento. Carol Solberg foi denunciada em dois artigos: o 191 e 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O primeiro por descumprimento do regulamento da competição, com previsão de multa de R$ 100 a R$ 100 mil, e o outro por atitude antidesportiva: "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva", com multa de suspensão de 15 a 180 dias ou um a seis jogos, com possibilidade de a pena ser substituída por advertência.

De acordo com o Blog do Juca, no Uol, Carol Solberg será defendida por Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).