Brasil x Porto Rico - Vôlei Masculino

O Brasil conquistou a segunda vitória no Pré-Olímpico masculino (Foto: Divulgação/CBV)

LANCE!
10/08/2019
18:44
Varna (BUL)

O segundo passo foi dado. Depois de vencer Porto Rico na primeira das três partidas válidas pelo Pré-Olímpico, a seleção brasileira masculina de vôlei voltou a vencer no torneio. Neste sábado, a equipe verde e amarela levou a melhor sobre o Egito por 3 sets a 0 (25/12, 25/19 e 25/14), no Palácio de Cultura e Esportes, em Varna, na Bulgária, que é a sede do Grupo A. O terceiro e último desafio da equipe comandada pelo técnico Renan na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 será neste domingo, às 14h30, justamente contra os donos da casa. 

Neste jogo, três jogadores se destacaram na pontuação. O ponteiro Leal foi o maior pontuador, com 13 acertos (11 de ataque e dois de saque, seguido por seu companheiro de posição, Maurício Borges, com 12 (11 de ataque e um de saque), e pelo oposto Wallace, com 11 (10 de ataque e um de bloqueio). Após a partida, Leal falou sobre a importância de a seleção brasileira contar com quatro grandes ponteiros e o revezamento realizado pelo treinador.

- Aqui na seleção temos grandes jogadores e todos podem cumprir a função. A decisão é do Renan. Ontem fiquei no banco, hoje comecei jogando e essa troca está sendo muito legal. Estou feliz. Me sinto muito bem no ataque, hoje fui bem no saque, com apenas um erro, e foi um bom jogo, mas agora é descansar porque amanhã vai ser um jogo muito forte - destacou Leal.

Outro destaque do duelo deste sábado, Maurício Borges também já está atento ao confronto de amanhã, contra os donos da casa.

- Meu estilo de jogo é dar mais volume ao grupo e ajudar não só no passe, mas rodando algumas bolas também. Hoje consegui contribuir desta forma. Esperamos sempre dar o nosso máximo. Amanhã com certeza teremos um belo espetáculo, jogando aqui na casa deles, mas vamos com tudo, focado no nosso jogo e buscar essa classificação olímpica - concluiu. 

A equipe brasileira entra na disputa com os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa; os opostos Wallace e Alan; os centrais Lucão, Maurício Souza, Flávio e Isac; os ponteiros Leal, Lucarelli, Maurício Borges e Douglas, e os líberos Thales e Maique. Entre eles, sete jogadores com a experiência do título olímpico na mais recente edição dos Jogos: Bruninho, Wallace, Lucão, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges e Douglas.