Wallace encara o bloqueio polonês

Wallace encara o bloqueio polonês (FIVB Divulgação)

Web Vôlei
10/07/2019
21:23
São Paulo

O Brasil parecia tenso em quadra. A obrigação de vencer o time B da Polônia pesou e a responsabilidade estava estampada no semblante fechado dos jogadores. Contra um rival – pelo contrário, leve e solto, com jogadores muito altos e habilidosos – a Seleção Brasileira acabou derrotada por 3 sets a 2 – parciais de 25/23, 23/25, 25/21, 21/25, 15/9 -, na noite desta quarta-feira, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, na abertura da fase final da Liga das Nações.

O Brasil joga agora todas as suas fichas para se manter vivo na VNL e avançar às semifinais, contra o Irã, sexta-feira, às 19h. Nesta quarta-feira, a Polônia enfrenta os iranianos às 19h e a Rússia pega a França, às 22h.

Caso os poloneses vençam, já estarão classificados, transformando Brasil x Irã no duelo pela outra vaga na semi.

Sem o central Maurício Souza, que ficou no Brasil se recuperando de uma lesão no tornozelo sofrida na última rodada da fase classificatória na Liga das Nações técnico Renan escalou Flávio no time titular para fazer dupla no meio com Lucão. O restante da equipe foi Bruninho, Wallace, Lucarelli, Leal e Thales (líbero).

A Polônia optou por jogar a fase final da VNL com uma equipe B. Poupou os titulares para a disputa do Pré-Olímpico, que acontece entre os dias 2 e 4 de agosto e é a competição mais importante do ano, já que vale vaga para os Jogos de Tóquio-2020. Polônia e França estão no mesmo grupo do Pré-Olímpico.

O oposto Wallace foi o maior pontuador do jogo, com 21 acertos. Lucarelli marcou 18 e Leal, 14. Pela Polônia, os destaques foram o ponteiro Bednorz, com 18 pontos, e o central Klos, com 15.