Brasil x Porto Rico - Vôlei Masculino

Brasil começou bem a luta por vaga em Tóquio-2020 (Foto: Divulgação/CBV)

LANCE!
09/08/2019
17:10
Varna (BUL)

O Brasil começou bem a busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 no vôlei masculino. Nesta sexta-feira, a Seleção venceu Porto Rico por 3 sets a 0 (25-23, 25-19 e 25-19), em Varna, na Bulgária, onde disputa o Grupo A do Pré-Olímpico. Egito e os donos da casa completam a chave e, no domingo, apenas um terá a classificação garantida para a próxima Olimpíada.

O time dirigido pelo técnico Renan volta à quadra neste sábado, às 11h (de Brasília), para o segundo dos três jogos que tem como compromisso na cidade búlgara. A segunda partida da série será contra o Egito.

O ponteiro Lucarelli foi o maior pontuador da estreia, com 14 acertos. O campeão olímpico pontuou em todos os fundamentos, sendo nove de ataque, quatro de bloqueio e um de saque. Após a partida, o jogador comentou sobre o desenrolar do duelo.

– Todos os times do mundo atualmente sabem jogar voleibol e sabemos que, quem não entrar esperto em quadra, vai sofrer. Mas, o mais importante é que o nosso grupo soube reagir depois de uma certa tensão no primeiro set. A partir do segundo o saque foi entrando e isso facilitou para o nosso lado. Sabemos que precisamos melhorar em alguns pontos, mas saímos felizes com a primeira vitória – afirmou Lucarelli.

O central Isac foi outro destaque da seleção brasileira nesta sexta-feira. O atacante marcou 13 vezes, apenas uma a menor do que Lucarelli, e creditou a boa atuação individual ao bom desempenho do grupo.

– O primeiro set sempre é difícil e eles tiveram méritos. A nossa equipe tem que saber se recuperar justamente neste momento e foi o que fizemos hoje. Fico feliz de ter conseguido ajudar, mas a força da seleção brasileira sempre é o grupo mesmo. Todos nós conseguimos sair da dificuldade do primeiro set e deu tudo certo nos outros dois – explicou Isac.

O capitão Bruninho também comentou sobre o desenrolar da partida de estreia neste Pré-Olímpico, também destacando o poder do grupo brasileiro em melhorar ao longo do confronto.

– Nosso saque não entrou no primeiro set e, quando entrou, eles souberam passar bem. O set acabou sendo muito duro e, a partir do segundo, conseguimos, com o saque melhor, dominar. No final, soubemos ter tranquilidade para fechar essa vitória e agora é focar nos próximos dois jogos – concluiu Bruninho.

A equipe brasileira entra na disputa com os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa; os opostos Wallace e Alan; os centrais Lucão, Maurício Souza, Flávio e Isac; os ponteiros Leal, Lucarelli, Maurício Borges e Douglas, e os líberos Thales e Maique. Entre eles, sete jogadores com a experiência do título olímpico na mais recente edição dos Jogos: Bruninho, Wallace, Lucão, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges e Douglas.