Seleção Brasileira de Vôlei

O ponteiro Leal é um dos destaques do Lube Civitanova, da Itália (Foto: Divulgação/Civitanova)

LANCE!
20/12/2018
12:10
Rio de Janeiro (RJ)

Cinco vezes campeão da Superliga masculina de vôlei com o Sada Cruzeiro, o cubano Yoandy vivei um ano de mudanças significativas na carreira. Depois de seis temporadas na equipe mineira, o ponteiro se transferiu o Lube Civitanova, da Itália, onde atual ao lado do levantador Bruninho, da Seleção Brasileira. Vestir a camisa verde e amarela é o desejo do atacante para 2019.

Com campanha quase perfeita na Superliga Italiana, o Civitanova foi vice-campeão mundial de clubes, em dezembro, com a ajuda de Leal. O atleta se naturalizou em 2016, cumpriu os dois anos necessários para defender outro país e estará à disposição do treinador Renan Dal Zotto no ano que vem.

– Acredito que 2019 também será um ano importante, porque posso jogar na Seleção. Mas tem que ter calma, ainda preciso melhorar algumas coisas. Aqui na Itália, a adaptação está sendo difícil, pelo time e cultura nova. Mas pouco a pouco estou me acostumando. O Bruninho tem me ajudado bastante. Espero que 2019 seja melhor ainda – disse Leal.

Antes de arrumar as malas para a Itália, o atacante ajudou o time de Minas Gerais a conquistar o Campeonato Sul-Americano, a Copa Brasil e a Superliga 2017/18.

A última partida de Leal pelo Sada Cruzeiro foi a final daquela Superliga, contra o Sesi-SP, com vitória por 3 sets a 2, no Mineirinho lotado. O atacante ainda foi eleito o MVP (melhor jogador da temporada).

Nos seis anos vestindo a camisa 9 do time mineiro, foram 25 títulos, incluindo cinco Superligas e três Campeonatos Mundiais.

– Esse ano de 2018 foi sensacional. Foi um ano maravilhoso. No SADA Cruzeiro conseguimos títulos super importantes e no Mundial, no final de 2017, pegamos bronze. Jogamos muito bem – falou Leal.

Logo após a Superliga, o jogador assinou o contrato com o Civitanova, primeira equipe europeia de sua carreira. Já no segundo mês na Itália, ele conquistou o terceiro lugar na Del Monte Supercoppa, também conhecida como Super Copa da Itália. O jogador fez 17 pontos na partida contra os donos da casa: Sir Safety Conad Perugia, valendo o bronze.

Depois, veio uma das ligas mais difíceis do mundo: A Superliga Italiana, torneio que vai até metade do ano que vem. O Civitanova tem, por enquanto, em dez jogos, apenas duas derrotas. Além dela, Leal também fez sua estreia na Champions League.

No início deste mês, mais uma participação no Mundial de Clubes. Leal, com o Civitanova, conquistou o vice-campeonato, na Polônia. A partida, contra o Trentino, foi vencida pelos também italianos, por 3 sets a 0.

Pela Champions League, o Civitanova venceu na  últimaquarta-feira o Karlovarsko, da República Tcheca, por 3 a 1. Pela Superliga Italiana, o jogador faz ainda três partidas até o início do próximo ano.