Vinícius Paiva

Vinícius é uma boa opção no ataque para Ramon (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Fernanda Teixeira
25/08/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Na retomada da Copa do Brasil do Vasco, na próxima quarta-feira, contra o Goiás, só a vitória interessa para uma equipe que terá que correr atrás do prejuízo e reverter e derrota, por 1 a 0, no jogo de ida. E para a partida em Goiânia, o técnico Ramon Menezes ganhou um reforço importante no setor ofensivo. O atacante Vinicius, uma das principais revelações do clube na temporada, se recuperou de lesão na panturrilha esquerda e voltou a ficar à disposição.

Revelado nas categorias de base de São Januário, o jovem de 19 anos vinha sendo titular do Cruz-Maltino, até a pausa imposta pela pandemia do Covid-19. Depois de conquistar os torcedores com as boas atuações ainda com Abel Braga, manteve o status com Ramon até se lesionar.

Vinícius entrou no segundo tempo do empate sem gols com o Grêmio, no último domingo, e teve uma boa atuação, quase marcando um gol, evitado por grande defesa do goleiro Paulo Victor. Ele havia ficado fora das três vitórias vascaínas contra Sport, São Paulo e Ceará. Foi a primeira partida de Campeonato Brasileiro da carreira do atacante.

Recuperado, Vinicius pode se tornar ser um trunfo para o Vasco conseguir os gols necessários para a classificação. Para avançar, o time precisa vencer por dois gols de diferença, ou por um para levar a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

O menino da Colina vinha enchendo os olhos de torcedores e comissão técnica antes da lesão, com dribles ousados, habilidade e velocidade. Além disso, também crescia em importância tática, em especial pelo lado direito em dobradinha com Yago Pikachu. A entrada dele contra o Tricolor Gaúcho foi uma opção interessante para uma equipe que vinha bem defensivamente, mas com dificuldades de criar chances. Na ausência dele, Ramon realizou testes com Gabriel Pec e Neto Borges, mas nenhum teve o efeito esperado.

Ainda não se sabe se o treinador vai optar por começar com Vinicius no banco ou como titular, em razão do período de inatividade. Em entrevista à Vasco TV, no último domingo, no entanto, ele mostrou estar com "fome de bola" e ansioso para marcar o primeiro gol como profissional.

– Quase consegui marcar meu primeiro gol. Eu estava querendo jogar. Estava ansioso. O time está bem encaixado, trabalhando muito bem. Espero continuar jogando e tendo oportunidades para seguir ajudando o time. Essa foi a minha primeira semana de treinos, consegui fazer meu primeiro jogo hoje. Vou seguir trabalhando para conseguir fazer um jogo inteiro. Sempre foi um sonho jogar o Brasileiro, a Copa do Brasil, a Sul-Americana – afirmou.