LANCE!
25/02/2021
13:06
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF disponibilizou ao Vasco, nesta quinta-feira, os áudios e vídeos analisados na partida entre o Gigante e Internacional, pelo Brasileiro, que ficou marcado por uma polêmica com o VAR. Após a verificação do conteúdo por parte do clube carioca, de acordo com o Ge, os dirigentes vascaínos projetam impugnar o duelo, que terminou em 2 a 0. Os áudios indicam que havia um impedimento no lance do primeiro gol.

+ Simulador: veja onde seu clube pode terminar o Brasileirão 2020

Vasco x Internacional VAR
Linha azul para o Vasco e linha vermelha para o Inter (Reprodução/Ge)

Ao Ge, o Vasco revela que "tem em mãos um material fático e probatório que embasará manifestação jurídica a ser encaminhada ao STJD", nesta quinta-feira, caracterizando o que denominam "erro de direito" contra o clube.

ENTENDA O QUE DIZ O CLUBE CARIOCA

O Colorado abriu o placar ao 17 minutos da primeira etapa com gol de Rodrigo Dourado, volante do Inter. Para o clube, as linhas traçadas (veja acima) pela equipe que ajustava o equipamento do árbitro de vídeo evidenciam uma possível irregularidade. Os áudios mostram que o grupo de especialistas na partida deram preferência ao apito de Flávio Rodrigues de Souza, árbitro de campo, por um "descalibre" do VAR.

- Flávio, lance bem ajustado. Segura aí, por favor. (...) Continuamos com dificuldades técnicas, Flávio. Por isso a demora. A linha que nós não estamos conseguindo colocar, mas agora conseguimos o momento certo de colocar a linha - diz o assistente de VAR1 Thiago Peixoto.

A comunicação entre técnicos da cabine, o árbitro de vídeo José Cláudio Rocha Filho e o juiz de campo, foi uma surpresa para os dirigentes do Vasco. A análise aponta que depois do quarto minuto do vídeo de cinco minutos, um dos árbitros afirma: "Pode definir". A linha, no momento, é traçada no ombro do atleta do Inter e outra linha azul para o pé do zagueiro Ricardo Graça, do Cruz-Maltino.

Vale lembrar que, de acordo com a regra de uso do vídeo no futebol, a CBF ordena que o árbitro de campo assuma a decisão em caso de erro ou problemas com a tecnologia. Na época, a empresa se pronunciou sobre o ocorrido.

Em campo, o jogo do dia 14 de fevereiro, pela 36ª rodada, terminou com gols de Dourado e Thiago Galhardo. Cano ainda perdeu um pênalti. Com o resultado, o Inter seguia na liderança do campeonato enquanto o Vasco brigava para não cair para a Série B.

Vasco x Internacional VAR
Linha definida pelo VAR foi conferida pelo clube (Reprodução/Ge)

Confira a nota do clube na íntegra:
O Club de Regatas Vasco da Gama confirma que recebeu, na noite desta terça-feira (23), material de áudio e vídeo do VAR referente à partida Vasco da Gama x Internacional, realizada no dia 14/02/2021, válida pela 36ª rodada do campeonato brasileiro de futebol.

O conteúdo audiovisual foi analisado pelos departamentos de Futebol, Jurídico e de Tecnologia do Clube. As imagens mostram de maneira incontestável a posição de impedimento do jogador Dourado do Internacional no lance em questão, prejudicando o Vasco da Gama de forma irreparável na partida. Mais ainda, mostra que as linhas do VAR foram aplicadas e confirmaram o impedimento, reconhecido inicialmente pelo árbitro de vídeo, que, em seguida, de maneira açodada e temerária, confirma o gol ilegal do Internacional.

Esse material fático e probatório será utilizado na manifestação jurídica do Vasco a ser entregue nesta quinta-feira (25/02) ao STJD, provando de maneira clara e objetiva o erro de direito contra o Vasco, cujo resultado não pode ser outro, além da impugnação da partida.

Na sua manifestação junto ao STJD hoje o Clube reforçará a solicitação do conteúdo do VAR anterior ao apito inicial (pré-jogo) que até o momento não foi disponibilizado.