Quadra central do WTA de Palermo, 1º torneio da retomada do circuito profissional

Redes Sociais

Tênis News
01/08/2020
17:50
Palermo, Itália

Na manhã deste sábado, há poucas horas do sorteio da chave principal do primeiro torneio realizado pela WTA desde o mês de março, a entidade máxima do tênis feminino divulgou em seu perfil no Twitter uma nota informando que uma das atletas testou positivo para COVID-19.

“Uma atleta obteve resultado positivo no teste para COVID-19 no Palermo Ladies Open e, consequentemente, desistiu de sua participação no torneio. A atleta está assintomática”, iniciou assim o comunicado, sem revelar a identidade da atleta. “Seguindo essa informação, a WTA, o Centro de Controle de Infecções do torneio, seus conselheiros médicos e especialistas em doenças infecciosas da Mayo Clinic, imediatamente colocaram em ação seu plano de resposta à COVID-19”.

Ainda segundo a entidade, qualquer pessoa que tenha tido contato com a atleta contaminada será submetida aos protocolos de testagem individual do evento, assim como qualquer pessoa que tiver diagnóstico positivo permanecerá em isolamento até liberação por parte dos especialistas e receberá tratamento médico adequado garantido pelo evento.

Apesar do susto e da possibilidade do aparecimento de novos casos, o 31º Palermo Ladies Open, torneio da série WTA International, seguirá seu cronograma normal de realização.

Vale recordar ainda, que nesta semana o jornal espanhol 'Marca' realizou uma reportagem denunciando que as jogadoras estavam convivendo livremente com turistas sem máscaras no complexo do torneio, já que a organização não promoveu um isolamento em bolha, como o US Open está pretendendo.