Nadal - Wimbledon 2019

(Foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)

TÊNIS NEWS
29/06/2020
11:04
Londres (Inglaterra)

Mais tradicional torneio do tênis, Wimbledon, que começaria nesta segunda-feira, foi o único Grand Slam a ser cancelado em 2020 por ter um seguro contra pandemia, mas não poderá utilizar o mesmo para 2021 caso seja necessário.

Esta é a primeira vez que o torneio é cancelado desde a segunda Guerra Mundial. O evento pagava 1,5 milhão de libras anuais de seguro (cerca de R$ 10 milhões) e terá um prejuízo menor por conta do cancelamento. Mesmo assim, Richard Lewis, CEO do All England Club, que sedia o torneio, confirmou que não terá o seguro para o ano que vem.

"Agora é impossível (ter o seguro contra pandemia) no clima atual", disse ao jornal britânico Metro.

"O que eu diria é que para o futuro é que quando comecei, em 2012, existiam sinais que havam coisas que não eram seguráveis por conta das doenças transmissíveis como a SARS e gripe suína."

"Logo após você não pode obter seguro, mas logo depois disso, você pode começar a receber seguro novamente, o mercado retorna. Portanto, não haverá seguro no próximo ano, mas acho que a médio prazo, apenas porque fizemos uma alegação de que não nos afetará a longo prazo."

"Nós realmente não sabemos os números", acrescentou. "Ainda nem chegamos ao nosso final de ano financeiro, esse é o final de julho e levará dois ou três meses para trabalhar com o restante da reivindicação de seguro e também com os números finais, para que possamos vencer. Mas estou otimista de que o excedente será muito bem protegido e, portanto, o impacto - ninguém quer cancelar, ninguém quer fazer uma reivindicação de seguro -, mas o impacto será um pouco minimizado."