Anna Kalinskaya em Washington 2019

Divulgação

Tênis News
23/07/2020
17:35
Miami

A jovem russa Anna Kalinskaya, 95ª do ranking da WTA, entrou há três semanas nas estatísticas de contaminados pela COVID-19 nos Estados Unidos e de quebra tornou-se a primeira atleta da WTA a ser positiva pela doença, ao menos oficialmente.

Kalinskaya utilizou sua conta no Instagram para compartilhar a notícia com os fãs, publicou uma foto para mostrar que está bem e imagens de outros dois testes posteriores que foram negativos para a doença.

"Oi todo mundo! Atualização, há três semanas eu testei positivo para COVID-19. Sou muito grata que meus sintomas foram administráveis (dor de cabeça, perda de olfato e fraqueza no corpo). Eu estive em quarentena por 14 dias. Semana passada eu tive outros dois testes e foram negativos. Até agora, estou me sentindo bem e de volta aos treinos. Apenas um lembrete: se alguém próximo a você está doente, por favor, faça o teste, mesmo que você não sinta os sintomas, use máscara, lave suas mãos. Pense nos outros. Mantenha-se saudável e seguro", escreveu a tenista.

Ver essa foto no Instagram
Hi everyone! Life update-3 weeks ago I tested positive for covid-19. Grateful my symptoms have been extremely manageable (headache,no smell,weakness in the body).I was self quarantined for 14 days. 1 week ago I had 2 more tests and it was negative. So far I’m feeling fine now and back to practice. Just a reminder for people: if someone is sick around you,please make a test,even if you don’t have any symptoms,wear a mask , wash your hands. Think about others. Stay healthy and safe. 🙏🏽🤗😷

Uma publicação compartilhada por annakalinskaya78 (@annakalinskaya78) em 22 de Jul, 2020 às 9:32 PDT