Novak Djokovic e Chris Kermode, presidente da ATP

Novak Djokovic e Chris Kermode, presidente da ATP, na entrega do troféu de número 1 de 2018 (Foto: Divulgação ATP)

Chris Kermode
03/12/2018
19:30
Especial para o LANCE!

"Foram bem agitadas as últimas semanas da temporada de tênis masculino. Dentro de quadra, Alexander Zverev e Stefanos Tsitsipas asseguraram grandes conquistas, e Novak Djokovic confirmou sua incrível recuperação que culminou com o posto de número 1 do mundo pela quinta vez na carreira.

Já fora de quadra, a ATP lançou uma ambiciosa campanha de marketing com nova identidade visual, assim como deu detalhes da Copa do Mundo (ATP Cup), novo torneio entre nações a ser promovido em parceria com a Tennis Australia.

Aos 21 anos, Zverev provou sua estatura ao vencer pela primeira vez em um dos maiores palcos, no Finals. Com o título, tornou-se o primeiro alemão a faturar a taça desde Boris Becker em 1995. O triunfo deu a Zverev seu melhor retrospecto anual, com 58 vitórias na temporada, e se juntou às conquistas em Madri, Munique e Washington.
Parabéns também aos americanos Mike Bryan e Jack Sock que salvaram um match point na eletrizante final de duplas do Finals em que bateram os franceses Herbert e Mahut por 5/7, 6/1 e 13/11.

Apesar de ter sido superado por Zverev na final em Londres, Djokovic assegurou a ponta do ranking nesta temporada em que tornou-se o primeiro jogador da história a ter títulos em todos os torneios Masters 1000 (com a conquista em Cincinnati, em agosto).

Já o Next Gen ATP Finals, com sua campanha #nextgenATP, continua a ser uma plataforma global para as futuras estrelas do esporte e que irão suceder a atual geração dourada. O fenômeno grego Stefano Tsitsipas, de 20 anos, venceu o Finals de Milão e mostrou que é um rosto a ser visto em 2019. Ele já havia vencido o torneio de Estocolmo e batido quatro top 10 na Roger Cup.

Tivemos também muitas novidades fora de quadra. Para engajar e inspirar fãs do esporte em todo o mundo, a ATP lançou uma campanha de marketing baseada na mensagem 'Love it all' (ame tudo isso) com o objetivo de mostrar os pontos altos de cada um dos 63 torneios do tour. Ela inclui uma nova logomarca para mostrar a energia e o movimento do esporte.

Por fim, foi lançado oficialmente a Copa do Mundo (ATP Cup) em parceria com a Tennis Australia. A nova disputa por equipes será jogada em três cidades australianas no início de 2020. Terá US$ 15 milhões em premiação (cerca de R$ 57 milhões) e um máximo de 750 pontos no ranking. É mais uma iniciativa para inovar e aumentar as oportunidades para os tenistas e os fãs do esporte.

Além disso, seguem as conversas com outras organizações do tênis sobre o futuro da Copa Davis assim como sobre o calendário do tênis. O diálogo segue aberto com vistas a um trabalho conjunto para a melhoria do esporte.
  
Em relação ao Nitto ATP Finals, na metade de dezembro será divulgada a lista de cidades candidatas a sediar o evento a partir de 2020. Com 10 temporadas de muito sucesso em Londres, 40 cidades de 29 países mostraram-se interessadas em receber o evento e estão na briga para sediá-lo.

Assim, ao olharmos para 2019, podemos certamente esperar um outro belíssimo capítulo a ser escrito em nosso esporte repleto de momentos emocionantes. Somos felizardos de podermos presenciar uma transição no jogo. Por um lado temos ícones globais que seguem firme no topo. Por outro, talentos ascendentes liderados por Zverev, Tsitsipas, Khachanov e vários outros que prometem brilhar nos próximos anos".