Andrey Rublev

Divulgação

TÊNIS NEWS
25/03/2019
12:04
Miami (EUA)

O tenista russo Andrey Rublev, jovem de 21 anos, confessou seus momentos de drama ano passado onde passou a maior parte do ano recuperando-se de uma fratura por estresse nas costas. Ele começou o ano com final em Doha, mas depois parou de jogar.

"Foi uma etapa muito dura. Estive durante mais de dois meses ficando três horas por dia em uma clínica onde fazia magnetoterapia, mas os médicos me diziam que a única solução seria o descanso. Comer e ficar no sofá era o que me receitavam, acabei ficando profundamente deprimido. Não vi um único jogo de tênis nessa etapa porque não podia suportar ver uma só notícia e pensar que o resto dos meus companheiros estavam competindo e eu aqui, sem fazer nada. Fico feliz de ter superado e espero que não ocorra nunca mais", disse o tenista que só marcou o retorno em julho em Umag e no mês seguinte jogou melhor em Washington.

"Sentia que meu corpo não respondia minha mente, era impossível assumir que havia perdido tanto. Levei alguns meses para aceitar a nova situação e trabalhar para revertê-la", seguiu o tenista treinado por Fernando Vicente.

Rublev está na terceira rodada em Miami após ter batido o croata Marin Cilic: "Ganhar do Marin foi incrível, creio que vai medar muita confiança para os próximos encontros. Me encontro em plena forma no nível mental, consegui me esquecer por completo de minha lesão e estou jogando com intensidade máxima".