Roger Federer

Divulgação

TÊNIS NEWS
13/01/2020
22:59
Genebra (Suíça)

O banco Credit Suisse emitiu um comunicado destacando o apoio às causas climáticas após a ativisita sueca Greta Thunberg fomentar um movimento na Suíça para que Roger Federer desfizesse sua parceria com ainstituição financeira.

O movimento indica que o Credit Suisse financia cerca de 40 empresas das mais poluentes do meio-ambiente com produção de combustíveis fósseis: "A mudança climática é um dos desafios mais difíceis de nosso planeta. A Credit Suisse

se compromete a desempenhar um papel fundamental na luta contra este problema, a medida que fomentamos um diálogo transparente com todos os nossos grupos de interesse, para abordar o desafio de mudança climática diretamente com nossas comunidades".