Danill Medvedev em ação contra Rafael Nadal no ATP Finals

Divulgação

LANCE!
21/11/2020
19:16

O russo Daniil Medevdev, quarto do ranking da ATP, superou de virada o espanhol Rafael Nadal, vice-líder da ATP, e está na grande final do ATP Finals de Londres, onde buscará título inédito contra o austríaco Dominic Thiem.

Medvedev precisou de 2h37 para fechar o placar em 3/6 7/6(4) 6/3 tendo disparado 13 aces contra três do espanhol, que bate 22 bolas vencedoras contra 42 do russo, que cometeu 22 erros não-forçados contra 30 do espanhol.

O russo tornou-se o segundo jogador no ano a bater Nadal e Novak Djokovic na chave do ATP Finals, e fará final com o outro algoz dos dois melhores do mundo, o austríaco Dominic Thiem, que venceu batalha contra Novak Djokovic.

Medvedev e Thiem lutam por título inédito na carreira. O russo nunca jogou uma final do ATP Finals, Thiem é o atual vice-campeão do torneio.

O jogo

A partida começou com os tenistas trabalhando bem nos seus primeiros games de saque, até que Nadal cometeu erros e precisou salvar três breakpoints no terceiro game e se sustentou para buscar pressionar o russo, que no oitavo game perdeu os primeiro pontos com seu primeiro serviço, cometeu erro e foi quebrado de zero. Assim, Nadal venceu 12 dos últimos 16 pontos disputados na parcial ao saca sólido para o set e foi confiante para a segunda etapa.

Ali, o russo entrou sólido, conquistou a quebra no segundo game, abriu 3/0, mas não conseguiu manter a vantagem por muito tempo, recebeu a devolução da quebra no sétimo game e viu Nadal vencer quatro games consecutivos, com nova quebra no nono game e sacando para a partida. No décimo game, o espanhol foi quebrado de zero e viu o jogo ir para o tiebreak. Nele o russo abriu 3/1 com mini-quebra no segundo game e administrou conquistando nova mini-quebra em erro do espanhol para fechar a parcial.

Confiante, Medvedev forçou Nadal a salvar breakpoint já no primeiro game e mesmo com trocas longas de bolas, os tenistas não se ameaçaram até o sétimo game, onde com erro do espanhol o russo chegou ao breakpoint e precisou de três deles para confirmar a quebra e abrir 5/3 no placar e pressionar para quebrar em erro de Nadal.