Daniil Medvedev ergue o troféu do ATP Finals

Divulgação

Tênis News
22/11/2020
17:26
Londres

O russo Daniil Medvedev, quarto da ATP, manteve sua sequência de vitórias e, de virada, superou o austríaco Dominic Thiem, terceiro, para sagrar-se o grande campeão do ATP Finals de Londres. Ele é o primeiro russo em 11 anos a conseguir este feito.

Vindo de uma temporada que ele mesmo julgava "abaixo das expectativas", Medvedev chegou a seu segundo título no ano após 2h43 de partida com placar em 4/6 7/6 (2) 6/4 tendo convertido 12 aces contra seis do austríaco, que venceu 74% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 77% de aproveitamento do russo.

Esta é a 10ª vitória consecutiva de Medvedev, que é o primeiro russo desde Nikolay Davydenko a ser campeão do Finals. Davydenko foi campeão do Finals de 2009, na primeira edição realizada em Londres, e curiosamente venceu na final o então atual campeão do US Open, o argentino Juan Martin del Potro, tal como Medvedev ao bater Thiem.

Medvedev é o segundo russo em 50 anos de disputa do Finals a conquistar o título.

O jogo

A partida começou com o russo acelerando a bola e tentando pressionar, assim teve duas chances de quebra prontamente salvas pelo austríaco, que encarou cinco igualdades em um game de oito minutos e manteve o saque. Motivado por ter resistido bem às investidas de Medvedev, Thiem buscou movimentar o russo na linha de base, angular bolas e assim conquistou a quebra no quinto game, na única oportunidade que teve no primeiro set e administrou a vantagem.

A disputa seguiu equilibrada, com os tenistas oscilando táticas, mas cometendo erros. Foi em um erro não-forçado do russo, que Thiem teve a chance de quebra no quinto e novamente no sétimo, viu o russo resistir e ainda precisou salvar a chance de quebra do rival no oitavo game, trabalhando com backhand cruzado e levou a disputa para o tiebreak. Ali, Thiem abriu 2/0, mas viu o russo se recuperar, vencer sete pontos em sequência com duas mini-quebras de vantagem e forçou a terceira etapa.

Na terceira etapa, buscando desacelerar a bola, Medvedev forçou Thiem a salvar três breakpoints no terceiro game, e conquistou a quebra, entrando em quadra no quinto game, após cinco minutos de disputa de game e administrou.