Novak Djokovic

Tennis Australia

TÊNIS NEWS
21/04/2020
10:50
Marbella (Espanha)

Após ser duramente criticado por dizer, durante live com atletas sérvios, que era contra uma vacina para o coronavírus, Novak Djokovic enviou um comunicado para a imprensa se explicando.

O tenista número 1 do mundo porém reafirmou que ainda decidiria se tomaria ou não a vacina que ainda não está pronta. Informações de diversos cantos do mundo indicam que vacinas estariam prontas a partir de setembro.

"Nesse momento ainda não temos toda a informação. É evidente que o tênis requer muitas viagens e parece possível que obriguem a se vacinar, mas não temos constância de que passos vão seguir. Gostaria de contar com toda a informação possível para poder tomar as decisões corretas. Sempre estive interessado no metabolismo humano e estar na melhor forma possível para combater o vírus. Mantenho a mente aberta, não descarto nada, mas minhapostura a respeito das vacinas é essa. Em todo caso não sou um especialista, quero ter a opção de escolher o que é melhor para o meu corpo assimque continuare investigando sobre o assunto porque tenho dúvidas".

Apesar das palavras, a comunidade científica segue criticando o sérvio, Um epidemiologista sérvio Predrag Kon, um dos com mais prestígio do mundo, não gostou: "Sou um dos maiores admiradores de Djokovic e assim que gostaria muito de poder explicá-lo a importância das vacinas na imunização da população. Lamento enormemente suaspalavras que já gerou uma errônea convicção em muita gente. Se pudesse falar com ele o diria que sua influência é enorme pelo que deve evitar mostrar essa postura tão irresponsável diante da vacinação".