Novak Djokovic

Reprodução

Tênis News
15/07/2020
15:23
Madri

Em reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal espanhol Marca, o número 1 e presidente do Conselho dos Jogadores da ATP, Novak Djokovic, quer que a ATP crie uma solução para que os tenistas não precisem cumprir quarentena ao sair do US Open.

Segundo o jornal, Djokovic teria sido o primeiro atleta dentro de um grupo em aplicativo de conversa com os 100 melhores do mundo, a alertar sobre a possibilidade de se cancelar o US Open em razão dos crescentes casos de COVID-19 nos Estados Unidos, mas principalmente em razão das quarentenas a serem cumpridas.

De acordo com a apuração do jornal, Djokovic, que foi registrado se preparando para o US Open, tem por objetivo vencer o Slam nova-iorquino para ampliar sua invencibilidade no ano, que é de 18 partidas e os títulos da ATP Cup, do Australian Open e do ATP 500 de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Para ir aos Estados Unidos, o sérvio pediu à ATP que solucione a situação da quarentena obrigatória para os atletas que chegarem à Europa vindos dos Estados Unidos. Caso a exigência dos governos locais permaneça, quem sair dos torneios em piso rápido não conseguirão disputar os Masters de Roma, na Itália, e Madri, na Espanha, ambos em piso rápido na prévia de Roland Garros.

O Marca apurou que Djokovic pediu á ATP que solucione o problema até o fim de julho.