Novak Djokovic

Tennis TV

Tênis News
02/09/2020
20:31
Nova York

Após vencer de virada o britânico Kyle Edmund, o sérvio Novak Djokovic concedeu uma entrevista aos canais Eurosports e através de uma curiosa apresentação gráfica para aproximá-lo da entrevistadora e ex-tenista Barbara Shett.

Djokovic começou elogiando o adversário desta segunda rodada, principalmente o primeiro set. "Kyle jogou muito bem o primeiro set, é um jogador com grandes golpes e é preciso dar muito e estar concentrado para conseguir esse tipo de vitória".

Sobre o próximo adversário, o alemão Jan Lennard Struff, o sérvio repetiu o que disse em quadra e afirmou que o alemão é "um grande sacador". "Eu me sinto confiante, mas sei que preciso trabalhar duro para buscar o título aqui", comentou.

Schett perguntou a Djokovic se ele andou conversando com a campeã do Australian Open, Sofia Kenin, a respeito dos drops-shots que tem aplicado em seus jogos. "Eu vi a Sofia ali no suíte dela e aproveitei para perguntar se ela aprovava meus drop-shots".

Djokovic ainda foi questionado se sente a pressão para bater o recorde alcançado em 2011 quando conquistou 41 vitórias consecutivas e confessou: "A pressão está aí. Sendo um jogador top , esperam de mim que eu vença o maior número de jogos que eu entrar para fazer, ainda mais em estádios como como o Arthur Ashe. A pressão é um privilégio, como e eu não carrego isso como algo ruim e nem algo que eu tenha que cumprir. Tenho que continuar com o meu trabalho".

Babsi and Djokovic pic.twitter.com/IxG4FQwwqC
— José Morgado (@josemorgado) September 2, 2020