Novak Djokovic

AELTC

Tênis News
07/07/2021
19:12
Londres

Após se garantir mais uma vez na semifinal de Wimbledon e estar mais perto da conquista do hexacampeonato, o número 1, Novak Djokovic, revelou que enfrentou a maior ventania de sua carreira na grama londrina e revelou esperar uma semifinal dura contra Shapovalov.

"Não, de qualquer tipo. Me sinto muito bem. Eu escorreguei algumas vezes, mas não me machuquei e não havia nada que pudesse afetar meu jogo. Estava ventando muito. Acho que ele foi um dos dias que mais ventaram dos meus jogos em Wimbledon. Não me lembro de um dia com tanto vento como hoje. Mas é assim e você tem que se adaptar", analisou o sérvio sua vitória em sets diretos contra o húngaro Marton Fucsovics.

Em busca de mais uma final em Wimbledon, Djokovic enfrenta o canadense Denis Shapovalov a quem analisou: "O seu crescimento no circuito tem sido consistente. Top 20, Top 15 ... embora alguns esperassem que ele já fosse um Top 10 ou Top 5 e um dos melhores da Next Gen, o que ele é. Talvez o que faltou foi vencer grandes jogos nos últimos anos. Parece que está amadurecendo. Ele tem um bom saque, é canhoto e sente-se confortável ao ir à rede. Acho que a movimentação dele melhorou. Por causa dessa melhora, ele comete menos erros, que foi a parte que lhe deu mais problemas. Tenho certeza que será o adversário mais difícil que já tive até agora no torneio, mas é o que espero, são as semifinais. Será uma batalha", decretou.

Questionado por estar em mais uma semi, Nole pontuou: "Estou encantado com a maneira como me sinto e com a forma como estou batendo na bola. Eu estou confiante. Não sinto que precise de mais tempo de jogo nesta superfície. Já joguei muito tênis nos últimos meses. Eu diria que quanto menos você joga e quanto mais energia você conserva, melhor você será para os grandes jogos".