Bia Maia

Bia testou positivo e está suspensa de forma provisória (Foto: Divulgação)

Tênis News
23/07/2019
13:38
Londres (ING)

A tenista número 1 do Brasil e 91ª do mundo, a paulista Beatriz Haddad Maia testou positivo para uma substância anabolizante, a SARM-22 e está suspensa provisoriamente pela Federação Internacional de Tênis (ITF). O comunicado da ITF deixa claro que a suspensão é em caráter provisório, pois ela ainda será julgada formalmente pelo caso.

Segundo explica a ITF, Bia Maia foi submetida a um teste de urina no último dia 4 de junho, quando estava em Bol, na Croácia, para a disputa do WTA local, que teve inicio no dia 3 de junho e foi finalizado em 9 de junho. O exame de Bia foi enviado para o laboratório credenciado pela Agência Internacional AntiDoping (WADA), baseado em Montreal no Canadá.

O teste de Bia Maia deu positivo para substâncias anabolizantes identificadas como SARM-22 e SARM LGD-4033, que estão previstas na lista 1 de substâncias proibidas publicadas pela WADA antes no início de cada ano. A substância usada por Bia foi inclusa pela WADA em suas listas em 2019.

A SARM é um anabolizante relativamente novo no mercado, utilizado para o ganho de massa muscular. A revista Época, há um ano, trouxe uma reportagem especial a respeito dos perigos do uso do SARM para a saúde humana, pois, na embalagem do produto há a descrição: "impróprio para consumo humano".

O SARM é uma febre nas academias de todo o Brasil e segundo estudos correlatos realizados principalmente nos Estados Unidos está por trás de problemas hepáticos e cardíacos.

De acordo com a entidade máxima do tênis, no dia 112 de junho Bia foi comunicada sobre seu resultado positivo no teste e que ela teria até o dia 22 de julho para solicitar ao Presidente do Juri independente do Programa Anti-Doping para se explicar a respeito do uso da substância e pedir que a suspensão provisória não ocorresse e que ela seguisse competindo até o julgamento. Segundo a ITF, Bia não fez uso deste direito e por isso a partir de hoje, 23 de julho, tem suas atividades profissionais relacionadas ao tênis suspensas.

Bia Maia se defende 

Através de um comunicado curto enviado à imprensa por sua assessoria de imprensa, a brasileira esclarece que "jamais procurou obter vantagem indevida, sempre respeitou o jogo limpo e que trabalhará na sua defesa para provar sua inocência".