Bi Maia

Divulgação

TÊNIS NEWS
05/09/2020
12:06
Montemor-o-Novo (Portugal)

Em seu primeiro torneio após mais de um ano sem competir por doping, Beatriz Haddad Maia se classificou, neste sábado, paraa decisão do future de Montemor-o-Novo, em Portugal, com premiação de US$ 25 mil, sobre o piso duro.

A brasileira saiu de 1/5 abaixo no primeiro set para vencer a suíça Ylena In-Albon, 493ª colocada da WTA, por 7/6(7/5) 6/2 após 1h57min e vai buscar o troféu neste domingo contra a principal favorita, a britânica Jodi Burrage, 289ª, que nas oitavas superou a carioca que treina na ADK Tennis, de Itajaí (SC), Ingrid Martins.

A última competição da paulistana foi em julho do ano passado. Ela foi suspensa até 22 de maio e ainda precisou esperar mais um pouco o fim da quarentena para voltar às quadras.

"Comecei perdendo de 5/1, ela estava jogando muito acima e eu não estava me encontrando. A quadra que joguei hoje era mais rápida do que a de ontem, mas depois consegui pegar o ritmo e o timing da bola. Estou muito feliz com a vitória", analisou Bia.

"Hoje eu joguei sólida, sacando bem, positiva e sempre buscando o jogo. Durante todo o momento em que estive atrás segui pensando em coisas boas e não deixei me abalar. Eu me preocupei em jogar cada ponto. Estava muito motivada, só pensava em fazer o meu melhor e foi o que mais me ajudou durante esta semana", completou a brasileira, destacando a motivação como a sua principal arma em Portugal.