Berrettini em entrevista na quadra de Wimbledon

Divulgação/AELTC

TênisNews
11/07/2021
15:40
Londres (Inglaterra)

O número 9 da ATP Matteo Berrettini não teve o final feliz que desejava em Wimbledon. Neste sábado, ele perdeu para o número 1 Novak Djokovic e ficou com o vice-campeonato, mas ainda assim se mostrou satisfeito com seu jogo.

Em entrevista ainda na quadra, o italiano comentou estar muito nervoso durante a partida. Ele disse ter visto o sérvio mais centrado mentalmente e o parabenizou pela conquista.

“Encarei sentimentos inacreditáveis, talvez até além do que se possa controlar. Novak foi melhor do que mim também por isso; ele já é um grande campeão. Parabéns Novak, mais do que merecido. Você está escrevendo a história do esporte”

“Eu estou muito feliz pela final que joguei; espero que não seja a última, nem aqui e nem em Grand Slams no geral. É uma honra estar aqui. Fiz um torneio incrível, não poderia pedir por mais...na verdade talvez um pouquinho mais…”, brincou o tenista ao comentar sobre sua campanha na competição.

Berrettini ainda agradeceu às pessoas que estão mais próximas de si no dia-a-dia, o ajudando, mas fez questão de também fazer o mesmo com a equipe técnica do oponente.

“Primeiro parabéns ao time do Novak também, com um trabalho incrível em todos os torneios. (aplausos) E agora sim, é claro, agradecer ao meu time, amigos e família. Tem sido uma longa jornada. Como falei, espero que seja uma jornada que não está acabada ainda, de uma longa carreira. E sem eles, nada disso é possível”.