Naomi Osaka

WS Open

Tênis News
28/08/2020
20:15
Nova York

Após decidir não jogar nesta quinta-feira em protesto contra a violência policial contra negros nos Estados Unidos e motivar o cancelamento da rodada, a japonesa Naomi Osaka entrou em quadra e mesmo oscilando bateu a belga Elise Mertens e está na final em Cincinnati.

A ex-número 1 do mundo e atual 10ª, precisou de 2h01 para fecharo placar em 6/2 7/6 (5) tendo disparado quatro aces contra três de Mertens, que cometeu três duplas-faltas contra cinco da japonesa, que venceu 71% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 69% de aproveitamento da belga.

O primeiro set foi marcado pela precisão de agressividade de Osaka, que chegou a abrir 5/1 com quebras nos segundo e sexto games, mas viu a belga tentar reagir, devolveu umas das quebras, mas saiu atrás no placar ao ser novamente quebrada no oitavo game.

Na segunda etapa, a japonesa abriu salvando três breakpoints, abriu 2/0, mas viu a belga reagir e virar o set para 4/2 com quebra de vantagem. Mesmo trabalhando mal em seus games de saque e atuando com segundo serviço, a japonesa empatou a partida devolvendo a quebra no oitavo game e viu Mertens salvar match-point e forçar o tiebreak, onde Osaka foi mais sólida.

Na grande final do WTA Premier de Cincinnati, realizado excepcionalmente em Nova York, a japonesa fará um duelo de ex-números 1 contra a bielorrusa Victoria Azarenka, atual 59ª, que precisou de 2h20 para virar a partida contra a britânica Johanna Konta, 15ª, em 4/6 6/4 6/1.

Azarenka e Osaka se enfrentaram três vezes no circuito profissional e a japonesa levou a melhor nos dois últimos confrontos. Esta será a primeira final entre elas e também a primeira final jogada por Azarenka em 16 meses, quando foi vice-campeã do WTA de Monterrey, no México.