Athletico-PR x América de Cali - Copa Sul-Americana

José Tramontin/athletico.com.br

Futebol Latino
20/07/2021
23:41
Curitiba (PR)

Em jogo válido pela partida de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, na Arena da Baixada, o Athletico-PR eliminou o América de Cali com goleada por 4 a 1. O Furacão começou a construir a sua classificação no primeiro tempo com gol de Vitinho. No segundo tempo, em cobrança de pênalti, os colombianos empataram. Mas praticamente em seguida Vitinho marcou o segundo dele e do time paranaense, que ainda marcou mais dois gols: Nikão e Fernando Canesin.

Agora, o Athletico-PR pega a LDU pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. O primeiro jogo será realizado no estádio Casa Blanca, em Quito, no Equador. O jogo de volta acontece na Arena da Baixada, em Curitiba.

A partida

PRIMEIRO TEMPO

ATHLETICO-PR COMEÇA VOANDO
O Furacão iniciou a partida em ritmo muito acelerado e quase marcou o jogo antes de um minuto. Nikão desceu pelo lado direito e cruzou, Vitinho estava bem posicionado para testar buscando o canto. A bola passou rente a trave, mas não entrou.

AMÉRICA DE CALI EQUILIBRA A PARTIDA, MAS VITINHO ABRE O PLACAR PARA O FURACÃO
Após a blitz do Athletico-PR no início da partida, o América de Cali reagiu, equilibrou o jogo e começou a especular atrás do gol. Mas o time colombiano mostrou muita dificuldade na criação e o goleiro Bento não precisou ser exigido.

Já que o América de Cali não assustava, o Athletico-PR resolveu pressionar e conseguiu logo marcar o gol. Aos 25 minutos, Nikão faz bela jogada e cruza para Vitinho. O meia só empurrou para dentro do gol e correu para o abraço: 1 a 0.

Após o Athletico-PR poderia ter ampliado o marcador com Terans, mas o jogador estava impedido e teve seu gol anulado. Matheus Babi também poderia ter ampliado o placar a favor do Furacão, mas o jogador conseguiu desperdiçar três oportunidades claras de gol.

SEGUNDO TEMPO

AMÉRICA VOLTA PARA ETAPA FINAL COM ALTERAÇÕES, MAS KEVIN ANDRADE É EXPULSO
Juan Carlos Osório fez duas alterações com o objetivo de buscar a virada, mas Kevin Andrade colocou tudo a perder logo aos 9 minutos. O jogador do América de Cali foi dividir a bola com Cittadini e acabou pisando no brasileiro e foi expulso.

AMÉRICA DIMINUI O PLACAR, MAS ATHLETICO-PR FAZ O SEGUNDO EM SEGUIDA
Mesmo com 10 jogadores, o time colombiano foi para cima e conseguiu uma penalidade máxima aos 22 minutos. Adrián Ramos não quis dar sopa para o azar e soltou uma bomba para empatar a partida: 1 a 1.

Mas os Diabos Vermelhos não tiveram nem tempo para curtir o gol. Após Nikão errar um voleio na área, a bola sobrou para Vitinho que finalizou com enorme maestria para fazer o segundo gol do Furacão: 2 a 1.

ATHLETICO-PR MATA O JOGO E GARANTE A CLASSIFICAÇÃO
Em desvantagem no placar, no resultado agregado e no número de jogadores na partida, o América de Cali foi para o tudo ou nada e acabou levando o terceiro gol. O goleiro Graterol saiu estabanado e acabou cometendo pênalti. Nikão bateu bem e fez: 3 a 1.

O terceiro gol enterrou qualquer tipo de reação do América de Cali e que ainda acabou tomando o quarto gol. O meia Fernando Canesin resolveu arriscar da entrada da área e acertou um lindo chute no ângulo para dar números finais a partida: 4 a 1.

ATHLETICO-PR 4 x 1 AMÉRICA DE CALI – JOGO DE VOLTA DAS OITAVAS DE FINAL DA COPA SUL-AMERICANA
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 20 de julho de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Darío Herrera (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Patricio Loustau (ARG)
Cartões amarelos: Thiago Heleno (ATH); Graterol, Héctor Quiñónes, Kevin Andrade (AME)
Cartões vermelhos: Kevin Andrade (AME)
GOLS: Vitinho, 25’/1ºT (ATH), Adrián Ramos, 24’/2ºT (AME), Vitinho, 25’/2ºT (ATH), Nikão, aos 33’/2ºT (ATH), Fernando Canesin, aos 51’/2ºT (ATH).

ATHLETICO-PR (Técnico: António Oliveira)
Bento; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Christian (Fernando Canesin, aos 42’/2ºT), Léo Cittadini (Luan Patrick, aos 42’/2ºT), Nikão, Terans (Jadson, aos 36’/2ºT) e Vitinho (Jaderson, aos 42’/2ºT); Matheus Babi (Renato Kayzer, aos 36’/2ºT).

AMÉRICA DE CALI (Técnico: Juan Carlos Osorio)
Graterol; Arrieta, Marlon Torres, Kevin Andrade, Pablo Ortiz e Héctor Quiñónes; Malagón (Batalla, no intervalo), Paz e Ureña; Cortéz (Joao Rodríguez, no intervalo) e Adrián Ramos.