Coletiva com Ederson e Walace

Walace revelou que teve conversa com Tite (Crédito: Pedro Martins / MoWA Press)

LANCE!
09/10/2018
13:59
Londres (ING)

A presença de Walace na lista do técnico Tite para os amistosos contra Arábia Saudita e Argentina, nos dias 12 e 16 de outubro, respectivamente, pegou a todos de surpresa. O volante não era convocado desde a Copa América e Olimpíada de 2016, e vinha de duas temporadas sem tanto brilho na Europa.

- Eu procuro tratar assim, como oportunidade da nossa vida. Eu tenho que mostrar tudo o que me fez voltar à seleção. Creio que os novos tenham essa mentalidade também, todo mundo quer voltar à seleção, estar aqui novamente - disse o jogador, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Walace está no futebol europeu desde 2016. Ele ficou duas temporadas atuando pelo Hamburgo, que acabou rebaixado na última temporada no Campeonato Alemão, e não teve grande destaque no clube. Ele negociou uma volta ao Brasil e teve proposta do Flamengo. Chegou a ser afastado do elenco principal e foi treinar com o sub-21.


Agora, ele está atuando no Hannover, que está na elite do Campeonato Alemão, e vem reencontrando o bom futebol. Ele foi titular em oito partidas na temporada, o que chamou a atenção de Tite.

- Não foi literalmente o Walace que mudou a Seleção, e sim o conjunto, a atitude de cada um a partir do terceiro jogo. A torcida veio junto com a gente. Na Alemanha eu tive problemas no começo, é difícil. O treinador queria que eu jogasse de zagueiro, eu não me sentia bem para jogar assim. Ele me colocou no segundo tempo e eu não tinha noção nenhuma, me perguntava sobre o que estava fazendo ali. Eu disse que preferia ficar no banco, que eu ajudaria mais no banco do que como zagueiro. Ele não entendeu, acabou me afastando. Graças a Deus isso é passado, hoje estou no Hannover, me dou bem com todos e isso que importa - afirmou.

Walace revelou uma conversa com Tite, Malcom e Lucas Moura em seu retorno à Seleção. Ele afirmou ainda que teve um crescimento como jogador desde que chegou à Alemanha.

- Não acontece tudo do jeito que queremos, mas cresci como jogador e pessoa. Fui para um campeonato muito intenso, consigo sentir diferença no meu jogo. A intensidade me ajudou bastante. Como pessoa eu consigo estudar o alemão, entender um pouco. Não falo muito porque é complicado, mas me viro muito bem.

O jogador declarou que não sabe se será titular contra a Arábia Saudita, na próxima sexta-feira, às 15h (de Brasília).

- Não tive nenhuma conversa com o Tite sobre se vou jogar ou não. Espero que eu possa ter uma oportunidade - comentou o jogador.