Brasil x Equador - abraço em Tite

Jogadores da Seleção Brasileira estão do lado de Tite (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

LANCE!
07/06/2021
09:14
Rio de Janeiro (RJ)

Diversos dirigentes da CBF confiam na permanência de Tite no cargo de técnico da Seleção Brasileira após o afastamento de Rogério Caboclo da presidência da entidade, segundo Rodrigo Mattos, do "Uol". O mandatário estava interessado em demitir o atual comandante, além de outros funcionários do alto escalão.

Além disso, os patrocinadores do Brasil se movimentam e cobram apoio ao atual trabalho da comissão técnica, segundo o blog do PVC, do "Globoesporte.com". As empresas pedem proteção a Tite até a Copa do Mundo e cobram investigações sobre as acusações contra Caboclo.

> Veja a tabela da Copa América

No último domingo, o "As" publicou que o presidente da CBF cogitava demitir Tite e promover Renato Gaúcho ao cargo de técnico da Seleção Brasileira. O jornalista André Rizek também informou que Caboclo prometeu a Jair Bolsonaro substituir o ex-comandante do Corinthians por ex-Grêmio, um nome que segue a mesma ideologia política que o militar da reserva.

No entanto, Rogério Caboclo foi afastado do cargo no último domingo pela Comissão de Ética da CBF após receber acusação de assédio sexual e moral por uma funcionária da entidade. Sem o personagem no tabuleiro, todos esperam que as tensões diminuam antes do início da Copa América.

Com Tite à beira do campo, a Seleção Brasileira volta a campo contra o Paraguai, em Assunção, nesta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília).