Brasileiro Allan comemora ao marcar pelo Napoli contra o SPAL

Allan é titular absoluto no Napoli, que é comandado por Carlo Ancelotti (Foto: TIZIANA FABI / AFP)

Bernardo Cruz
26/10/2018
14:34
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Tite, diferente das duas primeiras convocações pós-Copa do Mundo 2018, praticamente não promoveu novidades na relação para os amistosos diante de Uruguai e Camarões, que acontece no mês que vem, em Londres (ING). A "exceção" foi o meia Allan, do Napoli.

Revelado pelo Vasco, o jogador está no futebol italiano desde 2012. Após defender a Udinese por três anos, foi para o Napoli em 2015. Titular absoluto desde então, sua convocação já era esperada anteriormente. Inclusive Tite revelou uma "pressão" dentro da sua comissão técnica por essa ação:

- Ele (Sylvinho) me pressionou para caramba. Deveria ter convocado antes - disse o treinador, em tom de brincadeira, para, então, elogiar o novato:

- Allan tem rodinha no pé, box to box, tem mobilidade, rompe. Tem essa característica no 4-3-3 ou no 4-4-2. Ele traz esse componente, já vínhamos monitorando há muito tempo. Edu falou com lealdade com o Jorginho (do Chelsea), ele acabou na seleção italiana - declarou.


Entusiasta da convocação e do futebol de Allan, Sylvinho revelou as virtudes que enxergou no jogador para que ele tivesse oportunidade com a camisa da Seleção.

- Faz sete anos que ele está na Europa. Começou na Udinese. No Napoli, jogava com Sarri no 4-3-3. Sempre fez essa função. Não vai ver número de gols e passes avantajados, mas é dinâmico. Sabe fazer, executar funções no meio de campo. Começou esta temporada com Ancelloti no 4-4-2. Ainda assim, ele continua fazendo o segundo homem de meio. No formato de três no meio, continua sendo o segundo. Ele está aqui por méritos - declarou.

Além de Allan, a única novidade promovida pela comissão técnica é o goleiro Brazão, do Cruzeiro. Ele está incluso no projeto da comissão técnica da Seleção em, neste momento, chamar um atleta sub-20 para vivenciar o período da Seleção Brasileira.

O Brasil encerra suas atividades em 2018 com os dois amistosos que acontece na Inglaterra. O Uruguai será no dia 16. Quatro dias depois será a vez de Camarões, o primeiro rival da África que Tite terá pela frente.