Brasil x Coreia do Sul

Philippe Coutinho celebra segundo gol do Brasil nesta terça-feira (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)

LANCE!
19/11/2019
14:31
Abu Dhabi (EAU)

Foi dia de quebrar jejuns. O Brasil venceu a Coreia do Sul por 3 a 0, nesta terça-feira, e interrompeu um jejum de cinco jogos sem vitórias. Além disso, com Philippe Coutinho, a Seleção Brasileira voltou a balançar as redes em cobrança de falta depois de cinco anos.

O meia-atacante do Bayern de Munique listou algum dos fatores que levaram à melhora da equipe comandada por Tite desde a derrota para a Argentina, por 1 a 0, na última sexta-feira. 

- O professor focou bem na palestra. Para a gente jogar tranquilo, esquecer a pressão que vem de fora. Fazer aquilo que a gente está acostumado a fazer nos clubes, com tranquilidade. Hoje todo mundo esqueceu o lado de fora e jogamos como tem que fazer, buscando os gols e jogando para frente. 

A Seleção brasileira volta a campo em Março, para começar a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, do Qatar. Coutinho ressaltou a importância de manter um bom nível para chegar em forma aos jogos de maior valor.

- Merecida vitória. Vínhamos em um momento de bastante pressão. O resultado positivo, a boa performance são bons para a gente a melhorar e seguir nesse caminho. Temos que desfrutar desse momento, aproveitar que a equipe jogou bem. Como você falou, tem três meses até a próxima convocação. É dar o melhor nos clubes porque quando voltar, é à vera.

Na zona mista do Estádio Mohammed Bin Zayed, Coutinho ainda citou jogador que o inspira nas cobranças de falta.

- Sempre gostei do Ronaldinho batendo falta. É meu ídolo, fazia grandes gols de falta.