Brasil x Venezuela sub 20

Brasil conquista primeira vitória pelo Sul-Americano Sub-20 (Foto: CLAUDIO REYES / AFP)

LANCE!
21/01/2019
22:31
Rancagua (CHI)

A Seleção Brasileira Sub-20 comemorou sua primeira vitória pelo Sul-Americano. Nesta segunda-feira, a equipe comandada por Carlos Amadeu foi superior defensivamente e faturou o resultado positivo por 2 a 1, no Rancagua, no Chile, pela terceira rodada da competição. Para garantir o triunfo, o atacante do Santos e que já está vendido para o Real Madrid, Rodrygo marcou os dois gols do tento. Sosa, nos acréscimos diminuiu e ainda colocou uma pequena pressão no final. 

Com o resultado, o Brasil sobe para a segunda posição, com quatro pontos. A Venezuela, que tinha a invencibilidade, permanece com seis pontos, na liderança do Grupo A da competição. Vale lembrar que os três primeiros do grupo passa para fase seguinte.


Nervosismo 
O Brasil começou muito tenso e com pouca criatividade. Desde o primeiro minuto, a equipe da Venezuela comandou o jogo, pressionando a defesa brasileira. Aos quatro minutos, o primeiro susto. Na falta cobrada para a área, Anzola cabeceou e bola passou raspando à trave, mas o árbitro já marcava o impedimento do zagueiro.

Em busca do gol
Não muito tempo depois, Lincoln, joia do Flamengo, teve a primeira oportunidade de balançar as redes, mas sem perigo para o gol do adversário. Depois disso, a Seleção começou a trabalhar a bola, com rotação para buscar o caminho do gol e chegou a fazer uma pequena pressão. Os líderes do Grupo A estavam bem fechados à espera de um contra-ataque.  

Tá na rede!
Meio gol para Marcos Antonio. O camisa 8 recebeu a bola na entrada da área e enfiou milimetricamente para Rodrygo, nas costas da marcação. O craque do Santos só teve o trabalho de dominar e fuzilar para o gol. Brasil na frente, aos 39 minutos da primeira etapa. 

Brasil x Venezuela sub 20
Brasil arranca vitória da Venezuela (Foto: Divulgação/Twitter)

Mudou a postura
Depois de boa parte do primeiro tempo forçar o jogo, a equipe de Carlos Amadeu adotou outra postura dentro de campo. Claro, que as chances foram criadas, mas as promessas tentaram controlar mais a partida com toques de bolas, chamando os venezuelanos para o campo de defesa. Para assustar, o Brasil perdia bolas perigosas no campo ofensivo, proporcionado contra-ataque rápido aos adversários. 

É o segundo dele!
Foi para tranquilizar o coração da Seleção Brasileira. Igor avançou pelo meio e encontrou Rodrygo dentro da área. Atleta do Santos driblou Makoun, trouxe para a direita e bateu colocado para aumentar o marcador. Foi o segundo dele no confronto. 

Vacilou!
Nos acréscimos, o Brasil fez falta na meia lua da grande área. Sosa cobra no meio da barreira, que abre e acaba deixando o goleiro Phelipe na mão. Venezuela diminuiu. Logo em seguida, o arqueiro brasileiro fez uma defesa milagrosa. Mas os brasileiros resistiram e comemoraram o triunfo. 

Compromissos
As seleções voltam a campo no mesmo dia, mas em horários diferentes. Na próxima rodada, a Seleção Brasileira enfrenta o Chile, às 20h30, na quarta-feira. Mais cedo, às 18h10, a Venezuela encara a Bolívia.