Rodrigo Caio

O zagueiro Rodrigo Caio foi o último jogador vendido pelo Tricolor nesta janela de transferências (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

Yago Rudá
31/12/2018
08:50
São Paulo (SP)

Por mais um ano, o São Paulo alcançou o valor estipulado no orçamento do clube em venda de atletas. Com a negociação de Rodrigo Caio para o Flamengo, no último sábado, o Tricolor somou mais R$ 150 milhões com a ida de jogadores para outros clubes em 2018.

Ao todo, o São Paulo vendeu oito nomes nesta temporada (veja a lista abaixo). Campeão da Copa Libertadores desta temporada pelo River Plate, o argentino Lucas Pratto foi o jogador que mais rendeu aos cofres do Tricolor. Para tirá-lo do Morumbi, o time de Buenos Aires pagou R$ 44,5 milhões.

No início da temporada, a projeção do departamento financeiro do Tricolor era arrecadar R$ 90 milhões com a venda de seus jogadores. A meta foi batida ainda no meio da temporada e as negociações envolvendo Éder Militão, Auro e Rodrigo Caio adicionaram um quantia maior ao clube do Morumbi.

Nesta conta, não estão somados valores referentes ao alcance de metas estipuladas em contratos e parcelas de vendas anteriores. Desta forma, o valor recebido pelo São Paulo ao longo de 2018 é ainda mais expressivo.

A atual gestão do Tricolor, encabeçada pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, está empenhada em zerar a dívida do São Paulo até o fim da próxima temporada. O objetivo é diminuir os custos com os juros pagos às instituições financeiras para aumentar as receitas futuras. 

Jogadores vendidos pelo São Paulo em 2018: 
 
- Lucas Pratto (River Plate-ARG) - R$ 44,5 milhões  
- Cueva (Krasnodar-RUS) - R$ 36 milhões 
- Rodrigo Caio (Flamengo) - R$ 22,2 milhões 
- Petros (Al-Nassr-SAU) - R$ 22,1 milhões 
- Éder Militão (Porto-POR) - R$ 17,5 milhões 
- Marquinhos Cipriano (Shakhtar Donetsk-UCR) - R$ 4,5 milhões 
- Auro (Toronto-CAN) - R$ 2,3 milhões 
- Buffarini (Boca Juniors-ARG) - R$ 1,5 milhão